São Paulo Agências bancárias irão restringir a entrada de clientes em São Paulo

Agências bancárias irão restringir a entrada de clientes em São Paulo

Orientação é atender presencialmente apenas casos indispensáveis; demais clientes deverão usar os meios digitais

  • São Paulo | Enrico Malizia, Do R7*

Medida é para evitar aglomeração em ambientes fechados

Medida é para evitar aglomeração em ambientes fechados

Marcelo Camargo/Agência Brasil

As agências bancárias irão restringir a entrada de clientes em todo o estado de São Paulo a partir da próxima segunda-feira (8). A orientação é atender presencialmente apenas casos indispensáveis para evitar aglomerações em ambientes fechados. 

O anúncio foi feito pela Febraban (Federação Brasileira de Bancos) depois do aumento do número de casos de covid-19. A restrição deve durar até o fim da fase vermelha, que deve acabar no dia 19 de março.

A instituição também informou que os funcionários dos bancos estarão encarregados de decidir à respeito dos casos que deverão ou não serem atendidos.

O clientes pertencentes ao grupo de risco (maiores de 60 anos e gestantes) terão um horário de exclusividade: das 9h às 10h. Os demais clientes serão atendidos entre 10h e 15h.

Todas as atividades que forem julgadas como dispensáveis, não irão estar à disposição dos cliente. Ainda de acordo com a Febraban, o atendimento pelo celular, pelo computador e telefônico estão disponíveis e oferecem praticamente a totalidade das transações financeiras do sistema bancário.

Cuidados de higienização

Os bancos deverão assegurar aos bancários equipamentos de proteção contra o covid-19, além da testagem de detecção do vírus. Toda a rede bancária também terá que reforçar a sinalização das agências, indicando a necessidade de afastamento social, higienização e uso de máscaras de clientes e funcionários.

Caso seja confirmado algum caso de contaminação, as agências deverão passar por um novo processo de higienização.

*Estagiário sob supervisão de Ingrid Alfaya

Últimas