Ajuda humanitária chega a vítimas de incêndios em Santos e São Paulo

Quantidade de acidentes com fogo aumentou 60%, principalmente com uso do fogão e sobrecarga em tomadas, durante a quarentena no Estado

Voluntários ajudaram vítimas de incêndios no Estado

Voluntários ajudaram vítimas de incêndios no Estado

Divulgação

Duas comunidades atingidas por incêndios, uma em São Paulo (SP) e outra em Santos (SP), receberam ajuda humanitária nesta quarta-feira (22) dos voluntários do Unisocial-EVG, um programa social mantido pela Igreja Universal.

Na capital paulista, por volta das 4h desta quarta-feira (22), um incêndio atingiu 10 barracos em uma comunidade na Rua Caetano de Campos, no Tatuapé, na Zona Leste de São Paulo. Às 11h, os voluntários do Unisocial-EVG estiveram no local para prestar assistência as famílias atingidas. Cestas básicas, kits de higiene e fardos de água foram doados.

Voluntários distribuíram cestas básicas, kits de higiene e água potável

Voluntários distribuíram cestas básicas, kits de higiene e água potável

Divulgação

Segundo o Corpo de Bombeiros, os incêndios aumentaram 60% em São Paulo devido ao confinamento social. As ocorrências estão relacionadas, principalmente, a acidentes domésticos no uso do fogão e sobrecarga em tomadas.

Vítimas agradeceram ao trabalho dos voluntários

Vítimas agradeceram ao trabalho dos voluntários

Divulgação

“O que você leva anos para conseguir, em cinco minutos queima tudo. Se vocês não estivessem vindo hoje para ajudar, não teríamos nada para comer”, relata Ana Maria, uma das vítimas da tragédia.

Tragédia em Santos (SP)

Em outra ocorrência, na madrugada desta segunda-feira (20), um incêndio destruiu 60 casas no Caminho da Divisa, comunidade localizada na Zona Noroeste de Santos (SP). Para ajudar as vítimas, o Unisocial-EVG doou 200 refeições, 173 cestas básicas e 600 litros de água.

Fogo consumiu comunidade localizada em Santos na última segunda-feira

Fogo consumiu comunidade localizada em Santos na última segunda-feira

Divulgação

A voluntária Sílvia Seixas participou dessa ação e conta que já sofreu com a perda de sua casa em um incêndio. “Enquanto eu pensava no que fazer daquele momento em diante, sem casa, chegou para mim a ajuda. A Igreja Universal e o projeto Unisocial-EVG não só me trouxeram alimentos, como também palavras de fé e esperança que me ajudaram a dar a volta por cima. Hoje, 10 anos depois, é um privilégio contribuir de alguma forma nessa ação solidária, podendo levar o alimento, e também o apoio emocional.”

“Muitas pessoas relataram que já tinham visto o trabalho que fazemos pela TV, mas não imaginavam que iríamos até o local socorrê-las. Elas estavam desoladas, e ao chegarmos com os donativos, pudemos ver o brilho em seus olhos. Para nós, isso não tem preço!”, afirma o responsável pelo programa social em Santos, Wander di Castro.

Voluntários foram recebidos com afeto pelas pessoas atingidas pelas tragédias

Voluntários foram recebidos com afeto pelas pessoas atingidas pelas tragédias

Divulgação