Copa do Mundo

São Paulo Alckmin critica vandalismo em ato contra Copa e nega “mancha em dia de festa”

Alckmin critica vandalismo em ato contra Copa e nega “mancha em dia de festa”

Governador de São Paulo citou valores paulistanos contra violência em protesto na capital

Alckmin publicou mensagem de repúdio contra violência e vandalismo em manifestação na capital

Alckmin publicou mensagem de repúdio contra violência e vandalismo em manifestação na capital

Marcelo D. Sants/Frame/21.01.2014/Estadão Conteúdo

O governador de São Paulo Geraldo Alckmin criticou os atos de violência e vandalismo registrados neste sábado (25) na capital, durante a manifestação contra a Copa do Mundo no Brasil. As declarações foram postadas na rede social Twitter, utilizada pelo mandatário do Estado para se relacionar com o público.

— Como a imensa maioria dos brasileiros de São Paulo, condeno com energia os atos de violência e vandalismo registrados nesta noite.

Manifestantes entram em confronto com PM em ato contra a Copa em SP

Fotos: manifestantes realizam protesto contra a Copa em SP

Alckmin falou em “coragem” e “orgulho” para relembrar que o protesto, que começou pacífico e rendeu um saldo de 108 presos, além de danos contra agências bancárias e veículos, aconteceu na mesma data em que a cidade comemorou os seus 460 anos.

— Digo com alegria que esses vândalos não mancharam um dia que foi inteiro de festa para esta cidade corajosa e orgulhosa de seus valores.

Batucada e leitura de manifesto marcam início de ato contra Copa

Leia mais notícias de São Paulo

Últimas