São Paulo Alesp cria CPI para apurar violência contra a mulher e feminicídio  

Alesp cria CPI para apurar violência contra a mulher e feminicídio  

Proposta é de autoria da deputada Beth Sahão (PT) e foi protocolada em março de 2019. CPI foi aberta na quarta-feira (3)

  • São Paulo | Do R7

Alesp criou CPI nesta quarta (3) após publicação no Diário Oficial

Alesp criou CPI nesta quarta (3) após publicação no Diário Oficial

Divulgação

A Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) criou uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar casos de feminicídio e violência contra a mulher no estado de São Paulo. A CPI foi aberta na quarta-feira (3), após publicação no Diário Oficial. 

A proposta é de autoria da deputada Beth Sahão (PT) e foi protocolada em março de 2019. "Trata-se de um importante instrumento, que poderá não apenas apurar as causas do problema, como também propor políticas públicas para prevenir esse crime terrível", afirmou a deputada em seu perfil nas redes sociais.

Últimas