Coronavírus

São Paulo AMAs de SP têm horário ampliado para atender síndrome respiratória

AMAs de SP têm horário ampliado para atender síndrome respiratória

Dentre as unidades da capital paulista, parte delas passará a atender até as 20h00, enquanto outras funcionarão 24 horas

  • São Paulo | Letícia Assis, da Agência Record

Alteração ocorreu devido ao aumento do número de pessoas com sintomas

Alteração ocorreu devido ao aumento do número de pessoas com sintomas

Sergio Lima/AFP - 07.01.2022

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, anunciou, na manhã desta quinta-feira (13), a ampliação dos horários de funcionamento das unidades de saúde AMA para atendimento de pacientes que apresentem síndrome respiratória.

De acordo com Nunes, a partir da próxima segunda-feira (17), dentre as 80 unidades de AMA (Assistência Médica Ambulatorial), parte delas passará a atender até as 20h00, enquanto outras funcionarão 24 horas.

A alteração foi apresentada pelo político após o aumento do número de casos de pessoas que apresentam sintomas respiratórios na capital paulista.

Segundo Nunes, a mudança se tornou possível após a redução de 10 para 5 dias de isolamento de pessoas que não apresentem sintomas da Covid-19.

Para dar conta do quadro de funcionários que será destinado aos atendimentos, o Prefeito ainda autorizou o pagamento de 50% do banco de horas e também de horas extras aos servidores que irão trabalhar aos sábados.

A reportagem solicitou uma nota à SMS (Secretaria Municipal da Saúde).

Últimas