São Paulo Ano Novo passa sem registro de mortes em estradas federais de SP

Ano Novo passa sem registro de mortes em estradas federais de SP

Segundo a PRF, 1.323 veículos e 1.674 pessoas foram fiscalizadas sendo 25 motoristas autuados por embriaguez ao volante

  • São Paulo | Letícia Dauer, da Agência Record

Ao menos 400 policiais participaram da operação, em oito rodovias federais de SP

Ao menos 400 policiais participaram da operação, em oito rodovias federais de SP

Reprodução PRF SP

O ano de 2020 terminou sem mortes em rodovias federais de São Paulo, segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), após encerramento da operação Ano Novo, ocorrida entre os dias 30 de dezembro e 3 de janeiro.

Na virada para 2021, não houve nenhum acidente fatal. No ano de 2019 duas pessoas morreram, no mesmo período, em estradas federais paulistas. 

Feridos

Apesar dos esforços da PRF para redução de acidentes, a imprudência dos motoristas foi responsável pela elevação em 45% do número de acidentes neste ano, em comparação ao ano passado. No feriado de 2020, foram registrados 71 acidentes, sendo que em 2019 foram registrados 49 acidentes durante o Ano Novo.

O número de feridos também aumentou em relação a 2019. Em 2020, 87 pessoas se feriram nos acidentes ocorridos nas rodovias federais de São Paulo, e em 2019 foram 63 feridos.

Embriaguez

Ao menos 400 policiais participaram da operação, que agiu nas rodovias Rio-Santos, Hélio Smith, presidente Dutra, Régis Bittencourt, Fernão Dias, Lorena-Itajubá, Transbrasiliana e BR-488, em Aparecida.

Segundo a PRF, 1.323 veículos e 1.674 pessoas foram fiscalizados. Pelo menos 25 motoristas foram autuados por embriaguez ao volante, 129 foram autuados por estarem sem o cinto de segurança e 103 motoristas foram  flagrados realizando ultrapassagens proibidas. Outros 23 motoristas foram autuados por transportarem crianças sem a cadeirinha adequada.

Últimas