Ao tentar escapar de protesto, motorista de carreta atropela e mata adolescente no Guarujá

Vítima foi atingida quando veículo fazia manobra para entrar em avenida

Um motorista de caminhão, de 46 anos, foi preso depois de atropelar e matar um adolescente na quarta-feira (26), em uma ciclovia no Guarujá, litoral de São Paulo. A carreta, carregada com 40 toneladas de açúcar, atingiu a vítima, de 16 anos, que estava na garupa de uma bicicleta. Outro adolescente também se feriu, mas está fora de perigo.

O acidente aconteceu no momento em que o motorista teria tentado escapar de uma manifestação que acontecia próximo à rodovia Cônego Domênico Rangoni. De acordo com testemunhas, o veículo fazia uma manobra para entrar em uma avenida, quando acertou os garotos. Eles estavam parados na ciclovia e aguardavam para atravessar para o outro lado da pista. Um deles chegou a ser arremessado para a calçada. O outro caiu no meio da via e acabou atropelado por uma das rodas traseiras do caminhão.

O condutor saiu sem prestar socorro, mas foi perseguido por populares e detido pela polícia no terminal onde iria descarregar a carga de açúcar. Na delegacia, ele alegou que não havia parado porque não percebeu o acidente. O argumento não convenceu a polícia e o motorista foi preso em flagrante.

Leia mais notícias de São Paulo