São Paulo Após 24 dias internado, morre ex-policial esfaqueado na Cracolândia

Após 24 dias internado, morre ex-policial esfaqueado na Cracolândia

Fernando Paiva Assef estava no Hospital Santa Casa de Misericórdia desde o dia 4 de setembro, após ser vítima de golpes de faca no centro de SP

  • São Paulo | Letícia Dauer, da Agência Record

Policiais na Cracolândia quando ex-policial foi esfaqueado

Policiais na Cracolândia quando ex-policial foi esfaqueado

Reprodução/Record TV

O ex-policial civil Fernando de Paiva Assef, de 45 anos, morreu na última segunda-feira (28), após ficar 24 dias internado. Ele foi esfaqueado durante um tumulto na região conhecida como Cracolândia, na Luz (centro de São Paulo), no dia 3 de setembro.

Assef estava internado no Hospital Santa Casa de Misericórdia desde 4 de setembro. De acordo com a Polícia Civil, o ex-policial morreu na madrugada de segunda-feira, em decorrência de um choque séptico de foco pulmonar e/ou abdominal, que é uma infecção que se alastra rapidamente pelo corpo.

No tumulto que terminou com o ex-policial ferido, no início do mês, terminou com três suspeitos detidos.

Segundo a Polícia Civil, Assef fazia parte da equipe de investigadores do 14º DP (Pinheiros) e foi exonerado no início deste ano. A publicação foi feita no Diário Oficial do Estado de São Paulo no dia 22 de janeiro.

Últimas