São Paulo Após chuvas, rios das bacias do interior de São Paulo saem do alerta

Após chuvas, rios das bacias do interior de São Paulo saem do alerta

Rios Atibaia, Camanducaia e Jaguari tiveram ganhos expressivos no volume de água

  • São Paulo

As chuvas que caíram no final de semana na região das bacias do PCJ (Piracicaba, Capivari e Jundiaí), interior de São Paulo, elevaram o nível dos rios e tiraram do estado de alerta, nesta segunda-feira (26), os serviços de água de 38 municípios da região. De acordo com o boletim sobre o estado das vazões da Sala de Situação do Consórcio PCJ, a medição realizada pela manhã mostrou que os rios Atibaia, Camanducaia e Jaguari tiveram ganhos expressivos no volume de água. Até a manhã de domingo (25), quatro das cinco das bacias estavam em estado de alerta.

Quando as vazões passam do alerta para o estado de restrição, os municípios são obrigados a reduzir em 20% as captações para abastecimento público, conforme resolução conjunta da ANA (Agência Nacional de Águas) e do DAEE (Departamento de Água e Energia Elétrica) de São Paulo, em vigor desde sexta-feira (23). A medida obrigaria pelo menos duas dezenas de municípios a adotarem o racionamento, entre eles Campinas. Com as chuvas, o rio Atibaia, que abastece a cidade e estava à beira do nível de restrição, com vazão de 4,07 m3/s, passou para uma vazão de 7,67 m³/s.

A trégua dada pelas chuvas pode se estender ao longo da semana, já que de manhã voltou a chover em municípios da região. Em Jundiaí, Jarinu e Várzea Paulista, a chuva chegou a causar alagamentos. Em alguns pontos, o índice acumulado de chuvas entre sábado e a manhã desta segunda-feira chegou a 59 milímetros. Choveu também na região de Piracicaba, elevando para 69,29 m³/s a vazão do Rio Piracicaba que, no sábado (24), estava com 37,6 m³/s.

Leia mais notícias de São Paulo

Últimas