Coronavírus

São Paulo Após lockdown, cidades do interior de SP voltam à fase emergencial

Após lockdown, cidades do interior de SP voltam à fase emergencial

São José do Rio Preto, Icém e Guapiaçu mantém restrições até o dia 31. Já Ribeirão Preto retoma transporte público e delivery

  • São Paulo | Do R7

Após lockdown, cidades do interior de SP voltam nesta segunda-feira à fase emergencial

Após lockdown, cidades do interior de SP voltam nesta segunda-feira à fase emergencial

Reprodução / Agência Brasil

Após lockdown, Ribeirão Preto, no interior paulista, volta nesta segunda-feira (22) à fase emergencial do Plano São Paulo. Já São José do Rio Preto mantém algumas restrições até o dia 31 de março. Apenas deslocamentos essenciais estão liberados e mercados atendem por delivery ou drive-thru.  

Durante o período de lockdown, assim como já ocorreu em Araraquara, foi proibida a circulação de pessoas e foram suspensos serviços essenciais, como supermercados e transporte público. A multa para quem desobedecesse a regra chegava a R$ 1.250.

Outras cidades paulistas também adotaram medidas ainda mais rígidas para conter o rápido avanço da pandemia do novo coronavírus. As restrições foram impostas pela falta de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para pacientes com covid-19 no estado.

Ribeirão Preto, Monte Aprazível, Bady Bassit e Ibirá, que adotaram o lockdown por alguns dias, retomam nesta segunda apenas as restrições impostas pelo governo na fase emergencial. 

Já São José do Rio Preto, Guapiaçu e Icém decidiram, em decreto, manter restrições até o dia 31 de março.

São José do Rio Preto

De acordo com a prefeitura, foram liberados até o do 31 alguns serviços essenciais, mas há diversas restrições. O transporte municipal, intermunicipal e o aeroporto estão funcionando apenas para deslocamentos imprescindíveis. O mesmo vale para viagens com carros de aplicativo.

Os postos de combustíveis ficam abertos das 8h às 18h para abastecimento de veículos de empresas e trabalhadores de serviços essenciais. Os mercados, padarias, açougues podem abrir apenas para delivery ou drive-thru. Está proibido o atendimento presencial.

As agências bancárias funcionam só para atividades essenciais, sem atendimento ao público. A recomendação é utilizar os caixas eletrônicos.

Os Correios não podem ter atividades presenciais e os cartórios só com agendamento. Até mesmo domésticas e cuidadoras podem trabalhar se apresentarem uma declaração oficial.

Mapa mostra a atual situação de Ribeirão Preto sobre leitos de UTI e covid-19

Mapa mostra a atual situação de Ribeirão Preto sobre leitos de UTI e covid-19

Divulgação / Prefeitura

Ribeirão Preto

A Prefeitura de Ribeirão Preto decidiu retornar à fase emergencial do Plano São Paulo a partir desta segunda-feira. Foi retomado o funcionamento das atividades essenciais, como supermercados, padarias e açougues.

Durante o lockdown, a média de isolamento na cidade foi de 50%. “A grande maioria da população colaborou para que as medidas funcionassem como funcionaram e queria agradecer aos profissionais de saúde que estão trabalhando muito para salvar vidas”, disse o prefeito Duarte Nogueira.

“Voltam a funcionar todos os serviços de saúde, transporte, supermercados, das 6h às 20h, delivery, coleta de lixo, indústrias, lojas de conveniência e postos de combustíveis dentro das orientações do decreto nº 49. As escolas só devem retomar atendimento presencial no dia 5 de abril. Também é importante frisar que a restrição de circulação, das 5h às 20h, continua, mesmo com a volta das atividades essenciais”, explicou o secretário de Governo, Antonio Daas Abboud.

Já o secretário da Saúde, Sandro Scarpelini, destacou a alta taxa de ocupação de leitos para covid-19. “Estamos com taxa de ocupação muito alta e crítica, que ainda inspira muitos cuidados e por isso, precisamos manter todas as regras de distanciamento para reduzir números”, afirmou.

Não podem funcionar escolas, cursos, comércio de rua e shoppings, salões de cabeleireiro e outros equipamentos de estética, academias e clubes, além de praças e parques.

Últimas