São Paulo Após temporal, linha 9-Esmeralda opera com velocidade reduzida

Após temporal, linha 9-Esmeralda opera com velocidade reduzida

CPTM informou que estratégia operacional foi alterada com aumento entre os trens. Não há circulação de trens entre Jurubatuba e Pinheiros

Trem da linha 9-Esmeralda para no meio da enchente próximo à estação Villa Lobos-Jaguaré

Trem da linha 9-Esmeralda para no meio da enchente próximo à estação Villa Lobos-Jaguaré

Aloísio Maurício/Fotoarena/Estadão Conteúdo

Após um dia intenso de chuvas em São Paulo, a Linha 9-Esmeralda da CPTM opera com velocidade reduzida e maior tempo de para entre as estações na manhã desta terça-feira (11). De acordo a companhia, as equipes de manutenção finalizam a substituição dos equipamentos de sinalização, que teve início na madrugada.

Leia mais: Ceagesp segue fechada e vê risco de desabastecimento na Grande SP

Apesar da alteração na operação da linha, segundo a companhia, não foi necessário o acionamento da Operação Paese. O Metrô e a EMTU informaram que operam normalmente. 

Por meio de nota, a CPTM informou que "depois de uma noite intensa de trabalho das equipes de manutenção, a companhia iniciou a manhã desta terça-feira (11), com as 7 linhas em operação."

Entretanto, na Linha 9-Esmeralda, há velocidade reduzida e intervalo de seis minutos enquanto as equipes de manutenção finalizam a substituição dos equipamentos de sinalização.

Leia mais: Décadas de sofrimento com chuva provocam medo e depressão em SP

Durante a madrugada foram executados os serviços de limpeza na Linha 9-Esmeralda. Na região da Estação Ceasa havia lama sobre a via. As máquinas de chave (aparelhos que auxiliam a garantir a segurança da operação) entre Jaguaré e Ceasa foram as mais afetadas.

A companhia informou também que foram limpos os sinaleiros e caixas de locação (aparelhos que compõe a sinalização dos trens na via férrea) além da substituição de equipamentos danificados. Nas imediações da Estação Cidade Jardim, não foi possível restabelecer totalmente os equipamentos de sinalização.

Por esse motivo, os trens passam com velocidade reduzida neste ponto, aumentando o intervalo de 4 para 6 minutos. As equipes continuam atuando e a estratégia de loop, que disponibiliza trens circulando entre Pinheiros e jurubatuba, está suspensa.

Leia mais: Prefeitura de São Paulo usou 55% da verba de saneamento durante 2019

As fortes chuvas que atingiram São Paulo e a região metropolitana na segunda-feira causaram impacto na operação da Linha 9-Esmeralda. Durante todo o dia, os trens circularam somente entre Santo Amaro e Grajaú. No restante do trajeto, vários pontos de alagamentos impossibilitaram a circulação dos trens. Foi acionado o Paese e disponibilizados 65 ônibus para atender o trecho afetado.

A EMTU iniciou a terça-feira com a operação normalizada, inclusive nos terminais metropolitanos Taboão (em Guarulhos) e Luiz Bortolosso. Ambos foram afetados pelas fortes chuvas de ontem, que interferiu na circulação das linhas. O Metrô informou que todas as Linhas do Metrô operam normalmente na manhã desta terça-feira (11).

Últimas