Novo Coronavírus

São Paulo Araraquara (SP) tem maior nível de infecções desde início da pandemia

Araraquara (SP) tem maior nível de infecções desde início da pandemia

Em lockdown, cidade registrou 229 casos de covid-19 em um dia. Gestão municipal faz apelo: "Equipes não têm descanso"

  • São Paulo | Do R7

Araraquara (SP) vive lockdown com multa para quem desobedecer regras

Araraquara (SP) vive lockdown com multa para quem desobedecer regras

LUCIANO CLAUDINO / CÓDIGO19 / ESTADÃO CONTEÚDO - 15.02.2021

Em lockdown desde a última segunda-feira (15), Araraquara, no interior de São Paulo, atingiu o recorde diário de novas infecções pela covid-19 nesta terça-feira (16), desde o início da pandemia, informou a prefeitura da cidade.

A secretária de saúde da cidade, Eliana Honain, relatou demanda excessiva de casos graves nos hospitais da cidade e explicou que, dos 287 exames feitos em pacientes com suspeita da doença, 152 apresentaram testes positivo, o que representa 53% das pessoas que fizeram testes.

Além desses, houve confirmação de mais 77 pessoas com covid-19 após exames feitos em laboratórios particulares. Portanto, em um dia, 229 foram diagnosticadas com a doença em Araraquara, maior patamar desde o começo da pandemia. 

Apenas em uma UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) da cidade, a da Vila Xavier, 16 pacientes recebem oxigênio e aguardam internação em leitos para covid-19. A secretária disse que há jovens entre eles e que a situação da pandemia na cidade é "extremamente grave".

"Essa noite foi muito conturbada [...]. Estamos ativando todo o nosso sistema, hospitais de campanha e os hospitais da cidade e da região para transferência. Ontem, batemos o recorde de atendimentos tanto aqui quanto nas seis unidades de saúde que abriram com o horário estendido, que estavam com demandas excessivas", diz. 

De acordo com a secretária, que gravou um vídeo e divulgou nas redes sociais da prefeitura de Araraquara, os pacientes não conseguem sair do oxigênio. "Tem pacientes jovens e precisamos de compreensão da população", diz. 

Até o momento, a cidade contabiliza 12.434 casos de coronavírus. "É uma situação muito drástica, não podemos falar em flexibilização de decreto ou possibilidade de abertura de quaisquer serviços. Nós temos que manter o endurecimento ainda mais em relação a nossa realidade", relatou.

"Estou aqui desde as 6h10 avaliando junto com a equipe que não teve descanso diante da realidade enfrentada que acompanhamos durante a noite toda e essa situação de 16 pacientes aguardando internação", detalhou.

Há, segundo ela, casos graves de pacientes intubados. Em seguida, Elina disse "suplicar" para a população ficar em casa. "Se não tivermos o isolamento social, não vamos estar falidos economicamente. Nós vamos perder muitas pessoas. Por isso, repito: não há possibilidade de flexibilização de decreto a não ser que seja para regras mais rígidas", destacou.

Assista abaixo ao apelo da secretária de saúde de Araraquara (SP):

Novas variantes e lockdown

A Prefeitura de Araraquara decretou lockdown aos 283 mil habitantes a partir dde ontem, após o crescimento no número de casos e mortos em decorrência da covid-19 e da confirmação da presença da variante do Amazonas.

O deslocamento só é permitido para acesso a serviços essenciais ou em caso de necessidade comprovada. Igrejas, templos, clubes recreativos e desportivos estão proibidos de abrir as portas até o fim do mês.

O comércio essencial só pode abrir até as 20h e atender com o uso de senhas. Postos de combustível fecham a partir das 19h. Quem descumprir as regras fica sujeito a multas que variam de R$ 120 a R$ 6.000.

Últimas