São Paulo Argelino vira réu na Justiça de SP por postagens nazistas na internet

Argelino vira réu na Justiça de SP por postagens nazistas na internet

Publicações exaltam Hitler, suástica e outros símbolos do regime ditadorial. Homem foi identificado por meio do número de telefone

  • São Paulo | Do R7

Homem já foi condenado por outros crimes e cumpre prisão em regime semiaberto

Homem já foi condenado por outros crimes e cumpre prisão em regime semiaberto

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Um cidadão argelino que vive no Brasil tornou-se réu na 7ª Vara Criminal Federal de São Paulo por publicar imagens que fazem apologia ao nazismo nas redes sociais. As postagens, enaltecem símbolos e líderes do regime alemão, entre eles Adolf Hitler. O homem acabou sendo identificado por meio do número de telefone vinculado à conta, registrada na cidade de São Paulo.

O réu responderá por veiculação da cruz suástica para fins de divulgação do nazismo, crime previsto no artigo 20 da Lei nº 7.716/89, que pune a prática, indução ou incitação à discriminação, preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.

Ele pode ser condenado a até cinco anos de prisão, além de pagar multa. As postagens contêm a suástica, símbolo do regime nazista, fotos de Hitler e referências a ao escritor Dietrich Eckart, uma das referências do regime.

Ele foi denunciado pelo MPF (Ministério Público Federal), que soube das postagens durante a investigação de outros crimes dos quais o argelino era suspeito. Ele já foi julgado e condenado por esses outras contraveções e cumpre pena de prisão em regime semiaberto em Itaí, no interior de São Paulo. 

Últimas