São Paulo Artista instala escultura de uma vaca magra em frente à Bolsa de SP

Artista instala escultura de uma vaca magra em frente à Bolsa de SP

Intervenção faz parte do projeto da cearense Márcia Pinheiro. Ela se define como 'artista visual com foco em questões sociais'

  • São Paulo | Do R7

Artista cearense instalou escultura de uma vaca magra em frente à Bolsa de Valores de SP

Artista cearense instalou escultura de uma vaca magra em frente à Bolsa de Valores de SP

Reprodução / Instagram Márcia Pinheiro

Depois da polêmica do Touro de Ouro, instalado em frente à B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), no centro da capital, agora uma escultura com a figura de uma vaca magra foi colocada diante do prédio. O animal, pintado de amarelo, está desnutrido, com os ossos à mostra.

A intervenção faz parte do projeto Vacas Magras, da cearense Márcia Pinheiro, que, nas redes sociais, se define como "artista visual com foco em questões sociais".  

"O meu trabalho está relacionado a questões sociais, com um forte apelo à identidade cultural. Na prática desenvolvo um processo construtivo no qual transito entre várias linguagens. Algumas características são perceptíveis, como a abstração e o uso de materiais alternativos, além de uma estética carregada de poesia virtual”, escreveu.

No Instagram, a artista disse que a escultura chegou nesta quinta-feira (9) a São Paulo, mas o projeto, segundo ela, tem dez anos de existência e já passou pela Secretaria de Educação do Ceará, em Fortaleza, e pelo Departamento Nacional de Obras contra as Secas, entre outros.

Em nota, a Prefeitura de São Paulo informou que, "tão logo teve conhecimento da ação, uma equipe de fiscalização da Subprefeitura Sé foi ao local para realizar a retirada da escultura, uma vez que não havia pedido de autorização. No entanto, o objeto já havia sido retirado".

Em outra postagem, Márcia Pinheiro explicou o processo de produção da escultura: "Inicialmente, as esculturas eram blocos de argila apoiados em uma estrutura metálica para sustentação até formar modelo semelhante ao animal; logo após receberam várias camadas de gesso e sisal, criando resistência. Na terceira etapa, uma camada de resina que, finalizada, teve seu formato cortado ao meio verticalmente, formando duas bandas. Pronto!"

Touro de Ouro

A Prefeitura de São Paulo, por meio da CPPU (Comissão de Proteção à Paisagem Urbana), decidiu remover o Touro de Ouro por entender que a estátua configura peça publicitária.

A votação foi apertada, com cinco votos favoráveis à remoção, quatro contrários e uma abstenção. A comissão é composta de oito representantes da prefeitura e oito da sociedade civil e analisa casos relacionados à aplicação da legislação de anúncios, mobiliário urbano e inserção de elementos na paisagem urbana.

Na reunião, o colegiado também decidiu que a inauguração da imagem do touro havia infringido os artigos 39 e 40 da Lei Cidade Limpa, por não ter obtido antecipadamente o aval da comissão. A empresa responsável foi multada em R$ 38 mil.

A legislação prevê as seguintes sanções para esculturas ou anúncios colocados sem a autorização da prefeitura: multa, cancelamento imediato da licença do anúncio indicativo ou da autorização do anúncio especial, ou remoção do anúncio.

Últimas