São Paulo Assessor parlamentar da Câmara de Itapevi é morto a tiros em SP

Assessor parlamentar da Câmara de Itapevi é morto a tiros em SP

Rafael Mendes da Silva, de 31 anos, já foi encontrado com diversos ferimentos, levado ao hospital, mas não resistiu

  • São Paulo | Edilson Muniz e Isabelle Gandolphi, da Agência Record

Assessor parlamentar da Câmara de Itapevi é morto a tiros na Grande São Paulo

Assessor parlamentar da Câmara de Itapevi é morto a tiros na Grande São Paulo

Divulgação

O assessor parlamentar Rafael Mendes da Silva, de 31 anos, foi morto a tiros, na noite desta terça-feira (15), na rua Francisco Teixeira Carvalho, próximo à Câmara Municipal, em Itapevi, na Grande São Paulo.

Após o crime, o atirador fugiu. A equipe de resgate foi acionada e encaminhou a vítima ao pronto socorro do Hospital Central de Itapevi, que não resistiu e morreu.

A Guarda Civil Municipal preservou o local para a perícia, que iniciou o trabalho de investigação.

O caso foi registrado como homicídio e agora a Polícia Civil tenta descobrir o que motivou os disparos: se foi um crime de execução ou uma possível tentativa de assalto. A ocorrência foi registrada na delegacia de Itapevi.

Em nota, a Câmara Municipal de Itapevi informou que "está consternada pelo brutal assassinato do servidor Rafael Mendes da Silva, após mais um dia de trabalho, e expressa condolências e se solidariza com os familiares e amigos neste momento de inestimável perda".

Cientista político de formação, Rafael Mendes era servidor efetivo e trabalhava na coordenadoria de Processo Legislativo. Ele deixa mulher e filha.

O presidente da Câmara, vereador Professor Rafael (Podemos), decretou luto oficial de três dias na instituição.

Últimas