Novo Coronavírus

São Paulo Assintomático, secretário da saúde de SP é diagnosticado com covid-19

Assintomático, secretário da saúde de SP é diagnosticado com covid-19

Edson Aparecido cumpre isolamento domiciliar. A mulher do secretário também foi infectada pelo vírus e apresenta sintomas leves da doença

  • São Paulo | Letícia Dauer, da Agência Record

Secretário de saúde de SP é diagnosticado com covid-19 e cumpre isolamento

Secretário de saúde de SP é diagnosticado com covid-19 e cumpre isolamento

Antonio Molina/Zimel Press/Folhapress - 26.11.2020

O secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido dos Santos, testou positivo para o novo coronavírus na tarde da segunda-feira (14). De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, ele está assintomático e cumpre isolamento domiciliar. A mulher de Aparecido também foi infectada pelo vírus e apresenta sintomas leves da doença.

Leia mais: Covid: com alta nos casos, Einstein transfere cirurgias para Perdizes

Por meio de nota, a Secretaria Municipal da Saúde informou que Aparecido testou positivo para a covid-19 na tarde desta segunda. O secretário realiza os despachos da pasta de sua casa. 

Formado em história pela PUC-SP, iniciou sua vida política na década de 1970 no movimento estudantil. Aparecido participou das principais campanhas pela redemocratização do país. Foi um dos fundadores do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), além de presidente estadual e do diretório municipal na capital paulista na legenda.

Veja mais: Feira da madrugada em SP tem aglomeração para compras de Natal

O atual secretário participou do governo do presidente Fernando Henrique Cardoso como assessor chefe de Dr. Sérgio Motta durante o processo de privatização das telecomunicações no país. Deputado estadual e federal, por quatro mandatos, é hoje suplente de vereador na capital.

Leia também: Justiça suspende proibição de venda de bebida alcóolica após 20h em SP

Em 2011, a convite do governador Geraldo Alckmin, tornou-se secretário de Desenvolvimento Metropolitano e chefiou a Casa Civil do Estado, onde permaneceu até abril de 2016.

Em 2017, assumiu o cargo de diretor-presidente da Companhia Metropolitana de Habitação (Cohab). Atualmente é secretário municipal da Saúde de São Paulo.

Últimas