Cracolândia
São Paulo Ativista é detido em ação da Guarda Civil na Cracolândia, centro de SP

Ativista é detido em ação da Guarda Civil na Cracolândia, centro de SP

Frei Agostino afirma que questionou agente por apreender sacola de comidas de um morador de rua. Polícia diz que ele foi levado como testemunha

Ativista é detido em ação da Guarda Civil na Cracolândia

Ativista afirma ter sido detida por questionar GCM

Ativista afirma ter sido detida por questionar GCM

Arquivo pessoal

O ativista social André Luiz Pereira, conhecido como Frei Agostino, foi detido na tarde desta terça-feira (23), durante ação da GCM (Guarda Civil Metropolitana) na região chamada de Cracolândia, no centro de São Paulo.

Segundo o Pereira, a detenção aconteceu por que ele questionou os guardas que faziam uma ação no cruzamento entre as ruas Dino Bueno e Helvétia, no bairro Campos Elísios, e retiraram uma sacola com alimentos de um homem em situação de rua.

“Os GCMs pegaram duas sacolas, uma com drogas e outra com comida. Eu fui perguntar e pedir para a sacola com comidas ser devolvida. Eles tentaram me enganar, mostrando a sacola com drogas. Quando eu disse que não era aquela sacola eles começaram a apontar o dedo e me segurar para levar para o carro”, disse.

O Frei Agostino é membro de um grupo que trabalha com pessoas em situação de rua e usuários de crack na cidade de São Paulo, principalmente no centro. Ele acompanha e denuncia ações na região conhecida como Cracolândia.

De acordo com informações da equipe da Polícia Civil do 77º DP (Santa Cecília), Pereira foi conduzido à delegacia como testemunha do caso de tráfico de drogas. No momento da detenção, no entanto, o ativista conta que foi informado pelos GCMs que seria conduzido por desacato a autoridade. Por volta das 21h30 ele foi liberado.

A assessoria da Secretaria Municipal de Segurança Urbana disse que guardas civis acompanhavam as equipes de limpeza na região, "quando flagrou duas pessoas com drogas no local. Os detidos foram levados para o 77º DP, juntamente com uma testemunha que tentou impedir a ação".

Já a SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo) informou que o Frei Agostino e testemunhas foram ouvidos.

Leia mais notícias de São Paulo

    Access log