Coronavírus

São Paulo Baile funk na zona norte de São Paulo reúne jovens e tem até briga

Baile funk na zona norte de São Paulo reúne jovens e tem até briga

Denúncias contra festas na rua Padre Achilles Silvestre, na Brasilândia, são comuns. Som alto e motos incomodam vizinhança

  • São Paulo | Edilson Muniz, da Agência Record

Baile funk na zona norte de São Paulo reúne jovens aglomerados e tem até briga

Baile funk na zona norte de São Paulo reúne jovens aglomerados e tem até briga

Reprodução Record TV

O helicóptero da Record TV flagrou uma briga entre jovens durante um baile funk na rua Padre Achilles Silvestre, na Brasilândia, zona norte de São Paulo. Viaturas da Polícia Militar se reuniram na rua Encruzilhada do Sul, em frente à UBS Jardim Paulistano, para iniciar a dispersão do grupo.

Por diversas vezes durante a pandemia de covid-19, a Agência Record recebeu denúncias de bailes no endereço. O grupo gera aglomerações, desrespeita as medidas de contenção da covid-19, além de causar incômodo à vizinhança, com som alto e barulho de motos.

As imagens mostram, mais uma vez, os jovens consumindo bebidas alcoólicas com música alta, sem o uso de máscaras e desrespeitando a orientação de distanciamento social.

Desta vez, o helicóptero conseguiu captar o momento em que dois jovens brigam no meio da rua. Eles trocam socos até serem apartados por outros frequentadores do baile.

A 3ª Companhia do 18° Batalhão de Polícia Militar realiza o patrulhamento na região e afirmou que os chamados para perturbação de sossego na área são comuns, mas que, após os bailes já estarem instalados, a quantidade de pessoas comparado ao efetivo policial não permite que as forças policiais consigam encerrar a festa.

Além disso, quando a Polícia Militar consegue dispersar a multidão, após a saída das viaturas, o grupo se reúne novamente em outros pontos ou até no mesmo local de antes.

Últimas