São Paulo Bailes clandestinos tomam as ruas de SP durante fase vermelha

Bailes clandestinos tomam as ruas de SP durante fase vermelha

Cenas foram flagradas em diversas regiões da capital e da Grande São Paulo desde a noite de sexta-feira (29), com restrições em vigor

Pancadão em Paraisópolis, na zona sul de SP, durante a fase vermelha de combate à pandemia

Pancadão em Paraisópolis, na zona sul de SP, durante a fase vermelha de combate à pandemia

Reprodução/Record TV

A capital e a Grande São Paulo passaram o fim de semana na fase vermelha de combate à pandemia, mas uma série de festas clandestinas a céu aberto foram flagradas ao longo das noites de sexta (29), sábado (30) e domingo (31).

Em uma delas, na Cidade Tiradentes, zona leste da capital, uma jovem foi executada a tiros. A aglomeração se manteve mesmo após o crime.

Cenas de milhares de pessoas reunidas nas ruas, em torno de paredões de som, foram registradas em Heliópolis, na zona sul, já na sexta-feira, quando a fase vermelha entrou em vigor, a partir das 20h. No Jardim Alba, também na zona sul, motoqueiros se exibiam pelas ruas em alta velocidade. Em Paraisópolis, as imagens registram o uso de sinalizadores. No Jardim Pantanal, na zona leste, as pessoas correm quando a polícia passa. 

Na Grande São Paulo, em Itaquaquecetuba, um vídeo mostra policiais retirando frequentadores e notificando bares. Na cidade de Guarulhos, frequentadores também fogem correndo na chegada da polícia. Um morador de Santo André gravou cenas de um pancadão no meio da rua, onde frequentadores também aceleravam suas motos em meio à multidão. 

Últimas