São Paulo Bebê é deixado sozinho e morre em incêndio em comunidade de SP

Bebê é deixado sozinho e morre em incêndio em comunidade de SP

Acidente com Heitor, de 1 ano e 8 meses, ocorreu no Jardim Damasceno, na zona norte, e mãe é procurada

  • São Paulo | Do R7, com informações de Mariana Rosetti, da Agência Record

Heitor teve 80% do corpo queimado

Heitor teve 80% do corpo queimado

Reprodução / Record TV

Um bebê de 1 ano e 8 meses morreu após um incêndio atingir o barraco onde morava no Jardim Damasceno, região da Brasilândia, zona norte de São Paulo. A mãe, que havia saído e deixado a criança sozinha, é procurada e poderá ser responsabilizada pela morte.

De acordo com moradores da comunidade, a mãe teria saído de casa por volta de 22h e deixado Heitor sozinho. Ela alegou que iria comprar fraldas e leite para o filho.

Por volta de meia-noite, o fogo começou. Moradores viram as chamas e resgataram a criança. Foi preciso derrubar uma parede para acessar o local onde Heitor estava.

O bebê teve cerca de 80% do corpo queimado durante o incêndio e foi socorrido por moradores. Ele foi levado para o hospital de Vila Nova Cachoeirinha. Depois, foi transferido à Santa Casa de Misericórdia de São Paulo em estado grave. 

Heitor não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital na sexta-feira (1º).

A mãe de Heitor foi vista em outro estabelecimento e houve revolta na comunidade. Ela teria fugido do local após quase ser linchada.

A principal hipótese do incêndio é um equipamento usado como aquecedor chamado "rabo quente".

O caso será investigado pelo 45º DP (Brasilândia). 

Últimas