São Paulo Bebê resgatado em SP estava molhado, com frio e fome, diz PM

Bebê resgatado em SP estava molhado, com frio e fome, diz PM

Segundo policial que atendeu ocorrência, criança estava com roupa molhada de urina, vômito e fezes. Bebê foi levado a abrigo 

  • São Paulo | Do R7

Polícia Militar resgata bebê na zona norte

Polícia Militar resgata bebê na zona norte

Reprodução/PM

Os policiais militares que resgataram um bebê de três meses, que apresentava sinais de maus-tratos, na zona norte de São Paulo, nesta quarta-feira (12), afirmam que a criança estava com roupa muito molhada, e dava para perceber que sentia frio e fome.

Os policiais, então, usaram peças do fardamento da PM para aliviar o desconforto do bebê, que "estava com cerca de 85% de seu corpo molhado, por decorrência de fezes, urina e vômito", conforme relata o cabo Fernando Marciano, que atendeu a ocorrência.

Segundo o PM, os policiais que atenderam a ocrrência procuraram por roupas da criança no local, mas não foram encontradas. Por isso, conta Marciano, "cobrimos provisoriamente a criança com peças de nosso fardamento".

Na casa tinha fraudas descartáveis de tamanhos maiores do que o que o bebê deveria usar, mas mesmo assim foram utilizadas pelos policiais para higienização. Depois de colocar as fraudas limpas no bebê, outra equipe policial entrou em contato com uma creche, para dar banho e alimentar o bebê.

"Com apoio de todos, conseguimos aliviar o desconforto da criança e alimentá-la. E depois conduzimos a delegacia e solicitamos o conselho tutelar", conta o cabo Marciano. "Uma ocorrência triste que causa reflexão, mas que graças a Deus, teve um desfecho que pode ao menos dar uma nova esperança a essas crianças", diz.

O bebê foi conduzido pelo Conselho Tutelar para um abrigo, enquanto a mãe ficou detida no 33° DP (Vila Mangalot), onde permanece à disposição da Justiça.

Últimas