Bia Doria pede desculpas após fala: 'Eu tenho a consciência tranquila'

Primeira-dama de SP diz que foi mal interpretada por defender que não seria correto doar marmita a moradores de rua: 'Sei o que faço pelos mais carentes'

Bia Doria, em conversa com Val Marchiori nesta sexta (3)

Bia Doria, em conversa com Val Marchiori nesta sexta (3)

Reprodução/Instagram

A primeira-dama do estado de São Paulo, Bia Doria, se desculpou na tarde desta terça-feira (3) em uma nota publicada nas suas redes sociais após dizer, em vídeo com a socialite Val Marchiori, que "não é correto chegar na rua e dar marmita [para moradores de rua], porque a pessoa tem que se conscientizar que ela tem que sair da rua". Ela ainda afirmou que, após a repercussão negativa do vídeo, que tem a  "consciência tranquila".

"Eu tenho a consciência tranquila, porque sei o que faço todos os dias pelos mais carentes", disse a primeira-dama.

"Como presidente do Conselho do Fundo Social, me dedico todos os dias a combater a fome", destacou Bia, que é mulher do governador João Doria (PSDB).

Leia também: Deputada petista cobra Bia Doria após fala sobre moradores de rua

No vídeo, Bia Doria explicou que doações aos moradores de rua poderiam manter estas pessoas na mesma situação: "a rua é um atrativo, a pessoa gosta de ficar na rua".

"O que quis dizer é que se conseguirmos convencer as pessoas que vivem nas ruas a irem para abrigos públicos, onde terão alimentação de qualidade dentro das normas de higiene da vigilância sanitária, traremos mais qualidade de vida para elas", justificou mais tarde.

A esposa do governador de São Paulo trabalha como presidente do Conselho do Fundo Social, que busca promover autonomia e gerar renda  para pessoas em situação de vulnerabilidade social através de escolas de qualificação

"Tirada de contexto" 

O governo estadual de São Paulo se posicionou da mesma forma que a primeira-dama e afirmou, que a fala sobre os moradores de rua foi "tirada de contexto". Ela ainda citou as ações desenvolvidas pelo Fundo Social para o combate à fome e ao frio, além de "muitos outros projetos".

Por fim, Bia Doria se desculpou: "Peço desculpas se a maneira como falei deu a entender que não devemos amparar quem vive em vulnerabilidade". 

Ver essa foto no Instagram

Compartilho esclarecimento sobre o vídeo na internet.

Uma publicação compartilhada por Bia Doria (@biadoria) em

*Estagiário do R7, sob supervisão de Paulo Guilherme