São Paulo Botucatu (SP) terá vacinação em massa para estudo da AstraZeneca

Botucatu (SP) terá vacinação em massa para estudo da AstraZeneca

Pesquisa científica, que será acompanhada pela Fiocruz, pretende imunizar 80 mil habitantes do município do interior de São Paulo

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

População de Botucatu será vacinada com AstraZeneca

População de Botucatu será vacinada com AstraZeneca

Reprodução/Record TV

A cidade de Botucatu, no interior de São Paulo, vai vacinar toda a população contra a covid-19, para fazer uma pesquisa inédita que vai avaliar a eficácia do imunizanteda Astrazêneca/Oxford na redução de casos e internações em decorrência do coronavírus.

O município do interior paulista foi escolhida para fazer essa pesquisa científica, e a ideia é produzir uma imunização em massa para, então, conhecer os resultados do imunizante. O estudo será acompanhado pela Fiocruz.

Botucatu tem cerca de 150 mil habitantes, sendo que 106 mil deles tem mais de 18 anos. No entanto, como a imunização acontece desde janeiro, inclusive com a CoronaVac, o número de pessoas que devem fazer parte dos testes é de 80 mil pessoas.

A estimativa é que o estudo aconteça pelo período de oito meses, incluindo a aplicação das duas doses e o acompanhamento da população vacinada.

De acordo com o Ministério da Saúde, Botucatu foi escolhida porque reúne uma série de condições que favorecem a pesquisa científica, combinando testagem em massa e sequenciamento genético da covid-19 e suas variantes.

Em fevereiro deste ano, o município de Serrana, também no interior de São Paulo, participou de uma iniciativa semelhantes. Os moradores foram imunizados com a CoronaVac, por meio de um estudo clínico do Insituto Butantan.

Segundo dados da Prefeitura de Serrana, a cidade tem registrado queda no índice de novos casos da doença. Em 18 de março, eram quase 30 novas casos por dia. Em 20 de abril, as novas infecções tinha média de menos de sete por dia.

Últimas