São Paulo Buraco, asfalto e mato: reclamações triplicam em SP no 1º trimestre

Buraco, asfalto e mato: reclamações triplicam em SP no 1º trimestre

Relatório do 1º trimestre 2018 divulgado pela Ouvidoria Geral de São Paulo mostra 5.346 protocolos de serviços registrados contra 1.807 em 2017 

João Doria

Cerca de 66% das reclamações do 1º trimestre são sobre zeladoria

Cerca de 66% das reclamações do 1º trimestre são sobre zeladoria

Peter Leone/Futura Press/Estadão Conteúdo

A Controladoria Geral de São Paulo divulgou o balanço de Ouvidoria do primeiro trimestre de 2018. Foram 6.171 atendimentos, dos quais 5.346 viraram protocolos de serviço. Um aumento de 195% em relação ao mesmo período de 2017, quando foram registrados 1.807 reclamações. O levantamento foi publicado na sexta-feira (6). 

As reclamações feitas na Ouvidoria são em segunda instância. São pedidos de serviço que entraram pelo canal 156, não foram atendidos e viraram uma reclamação.

O relatório mostra detalhes desses protocolos feitos pelos moradores de cidade durante os ultimos três meses de João Doria (PSDB) à frente da Prefeitura de São Paulo — o político deixou o cargo para concorrer ao governo do Estado.

Reclamações no 1º trimestre

A secretaria de Prefeituras Regionais continua sendo a líder em reclamações, com 3.551 pedidos procolados. A secretaria já havia sido acumulada pelo então vice-prefeito, Bruno Covas, no início da gestão Doria — Covas assumiu a chefia do executivo com a saída do prefeito eleito na última segunda-feira (9).

Em seguida aparece a Secretaria de Saúde, com 191 protocolos, e Mobilidade e Transporte, com 174 pedidos de serviço. Esse resultado mostra que 66% dos problemas enfrentados pelos paulistanos envolvem zeladoria.

O R7 procurou a Prefeitura de São Paulo diversas vezes desde as 12h desta segunda-feira (9). Os pedidos foram feitos por e-mail e telefone. A resposta foi enviada às 20h43: 

"A Secretaria de Inovação e Tecnologia registrou aumento de 37% na participação dos cidadãos nos novos canais de atendimento, quando comparada às requisições feitas ao antigo Sistema de Atendimento ao Cidadão (SAC). Novos solicitantes, que não haviam apresentado demandas em 2015 e 2016, foram responsáveis por 89% dos pedidos feitos à prefeitura em 2017. Significa que há uma tendência de crescimento tanto no Canal da Ouvidoria no 156 quanto no e-SIC (pedido de informação) devido à expansão do conhecimento dos cidadãos em relação a tais serviços.

Não há, no entanto, uma relação direta entre os números de demandas e atendimentos do SP 156 e os números da Ouvidoria, em função das diversas variáveis existentes nos diferentes sistemas. Para efeito de comparação, seria importante investigar outros dados de atendimento, como o volume de solicitações de primeira instância por meio dos canais SP156 ou a natureza das reclamações que tiveram esse aumento".

Prefeituras Regionais e Naturezas

Entre as naturezas, o item 'árvore' continua liderando o ranking dos pedidos, com 770 reclamações (no ano passado, foram 74). Na sequência aparecem os itens 'buraco e pavimentação' (492, contra 245 no primeiro trimestre de 2017), 'capinação e roçada de áreas verdes' (434 ante 135 no mesmo período do ano passado) e 'drenagem de água de chuva' (266 contra 128 de 2017).

Itaquera é a prefeitura regional com mais reclamções neste primeiro trimentre de 2018. Metade dos pedidos nesta região são sobre buracos e pavimentação. Em segundo está a prefeitura regional do Ipiranga, com a maioria dos protocolos sobre manuntenção de árvore. Em terceiro, a de Santana/Tucuruvi, com problemas de buracos e capinação.

    Access log