Coronavírus

São Paulo Butantan questiona Ministério sobre doses de CoronaVac para SP

Butantan questiona Ministério sobre doses de CoronaVac para SP

Governo federal exige entrega imediata de seis milhões de doses. Doria afirmou que 1,5 milhão do total ficariam no estado

Produção da CoronaVac em São Paulo

Produção da CoronaVac em São Paulo

Amanda Perobelli/Reuters - 12.01.2021

O Instituto Butantan informou no final da tarde desta sexta-feira (15) que recebeu o ofício do Ministério da Saúde com pedido de entrega imediata de seis milhões de doses da CoronaVac. Em resposta, o instituto disse que questionou o governo federal sobre a quantidade de doses que seria destinada ao estado de São Paulo. 

"Para todas as vacinas destinadas pelo instituto ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), é praxe que uma parte das doses permaneça em São Paulo, estado mais populoso do Brasil", alega o instituto, em nota. "Isso acontece, por exemplo, com a vacina contra o vírus influenza, causador da gripe. Portanto, o instituto aguarda manifestação do Ministério também em relação às doses da vacina contra o novo coronavírus."

Mais cedo, em entrevista coletiva, o governador de São Paulo, João Doria, disse que, das 6 milhões de doses disponibilizadas ao país, 1,5 milhão ficariam em São Paulo. 

Últimas