Novo Coronavírus

São Paulo Cabine de higienização é instalada em estação Tatuapé da CPTM em SP

Cabine de higienização é instalada em estação Tatuapé da CPTM em SP

Equipamento está disponível aos passageiros diariamente das 6h às 20h. Previsão é que o box seja instalado em 25 estações da CPTM e do Metrô

  • São Paulo | Letícia Assis, da Agência Record

Estação Tatuapé recebe cabine de higienização contra coronavírus

Estação Tatuapé recebe cabine de higienização contra coronavírus

Reprodução Record TV

A CPTM de São Paulo instalou cabines de higienização para ajudar no combate ao novo coronavírus na estação Tatuapé, que que atende as Linhas 11-Coral e 12-Safira. O equipamento está disponível aos passageiros diariamente das 6h às 20h.

Leia mais: Governo de SP prevê 'dificuldades' com isolamento abaixo de 50%

De acordo com a CPTM, este é o primeiro box neutralizador instalado na capital paulista e é uma parceria do Governo do Estado de São Paulo com uma empresa farmoquímica, a Neobrax.

"A ação está alinhada com outras medidas que a Secretaria dos Transportes Metropolitanos e o Governo do Estado vem tomando para prevenir o coronavírus e salvar vidas", afirma o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.

Leia mais: Ceagesp: funcionários ligam mortes por covid-19 a falta de cuidados

"A previsão é termos o box de higienização em mais 25 estações da CPTM e do Metrô. Acreditamos que com iniciativas inovadoras como essa e a colaboração de todos os cidadãos, vamos juntos vencer o coronavírus", disse.

A cabine, semelhante a um túnel com cerca de três metros, possui um sensor de presença, que aciona borrifadores com clorexidina, uma solução hidroalcoólica higienizante, eficaz contra bactérias, fungos, leveduras e vírus.

Leia mais: Para 6 em cada 10 paulistanos não cumprir isolamento é desvantagem

A solução é certificada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e é mais recomendada para pulverização sobre a pele porque, ao contrário de tendas de outras cidades que usam água sanitária, a clorexidina tem até uso cosmético e dermatológico: não é tóxica, não é corrosiva, é recomendada para higienizar a pele e mucosas.

Cada pessoa fica apenas quatro segundos dentro do box, e a eficácia da solução é de quatro horas.

A clorexidina tem sido empregada para limpeza de superfícies, equipamentos e roupas em hospitais, consultórios odontológicos e outras unidades de saúde, na antissepsia da pele e membranas mucosas; e no tratamento de feridas e queimaduras.

"A instalação da cabine mostra mais uma vez a preocupação da CPTM com a saúde dos seus passageiros. Ainda assim, a nossa principal recomendação continua sendo a mesma: se possível, fiquem em casa", afirma Pedro Moro, presidente da CPTM.

Últimas