porto do pó
São Paulo Cachorro da Receita encontra 523 kg de cocaína no Porto de Santos

Cachorro da Receita encontra 523 kg de cocaína no Porto de Santos

Tratava-se de uma carga de tambores de suco de laranja congelado, cujo destino final seria o porto de Roterdã, na Holanda

cocaína Porto de Santos

Mais de meia tonelada de cocaína é apreendida no Porto de Santos

Mais de meia tonelada de cocaína é apreendida no Porto de Santos

Divulgação/Codesp

A Receita Federal apreendeu, com a ajuda de um cachorro, mais de meia tonelada de cocaína, neste domingo (30), no Porto de Santos, no Estado de São Paulo.

De acordo com o órgão, os 523 kg da droga foram localizados durante uma ação rotineira de vigilância.

A operação conta com monitoramento por câmeras interligadas à Central de Operações e Vigilância da Alfândega de Santos, atuação de servidores no local para verificação de campo e o uso de cães de faro, que possibilitaram a identificação de um contêiner com indícios de violação.

Leia mais: Porto do Pó: os contêineres de Santos recheados de droga do PCC

Tratava-se de uma carga de tambores de suco de laranja congelado, acondicionados em três contêineres, cujo destino final seria o porto de Roterdã, na Holanda. No contêiner, foram encontradas, junto à porta, 12 bolsas contendo tabletes de cocaína.

Cachorro da Receita encontra 523 kg de cocaína no Porto de Santos

Cachorro da Receita encontra 523 kg de cocaína no Porto de Santos

Divulgação Receita Federal

A Receita suspeita que, pela disposição das bolsas no interior do contêiner, a técnica "rip-on, rip-off" tenha sido usada, uma vez que a droga é inserida em uma carga lícita sem o conhecimento dos exportadores e importadores.

A droga interceptada ficará sob a guarda da Delegacia de Polícia Federal de Santos, que prosseguirá com as investigações.

No ano de 2016, foram apreendidas 10.622 kg em drogas no Porto de Santos. No ano seguinte, 11.540 kg. Em 2018, 23.119 kg. Até o momento, a Alfândega apreendeu 12.196 kg em drogas.