Novo Coronavírus

São Paulo Campinas deixa fase vermelha e vai para laranja em plano de reabertura

Campinas deixa fase vermelha e vai para laranja em plano de reabertura

Município do interior de SP estava na fase 3 vermelha e, nesta sexta-feira, avança para fase 2 laranja da reabertura de setores de economia

  • São Paulo | Do R7

Campinas deixa fase vermelha e avança para fase laranja

Campinas deixa fase vermelha e avança para fase laranja

Danny Cesare/Código19/Estadão Conteúdo - 22.6.2020

A cidade de Campinas, no interior de São Paulo, avançou nesta sexta-feira (24), para a fase laranja do plano de reabetura do governo de São Paulo. O anúncio foi feito durante a coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes.

Na sexta-feira (3), o município retrocedeu para a fase 3 (vermelha), momento que indica maior gravidade da pandemia do novo coronavírus. Na ocasião, o anúncio foi feito pela secretária de Desenvolvimento Econômico do estado Patrícia Ellen durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes.

Leia também: SP adia desfiles de escolas de samba e Carnaval de rua em 2021

Campinas registrou uma diminuição no número de internações e a ocupação no número de leitos é de 78%, segundo informou a secretária de Desenvolvimento Econômico. "A retomada deve ser feita sem pressa, com responsabilidade."

Além de Campinas, o município de Araçatuba também passa a ser reclassificado para a fase laranja. Segundo Patrícia Ellen, a região teve uma estabilização no número de leitos. Já a cidade Araraquara avançou para a fase amarela. "Uma redução de internações em 14% e de óbitos de 35%", disse a secretária.

Leia mais: SP adiará reabertura de cinemas e teatros mesmo com aval do Estado

O governador afirmou que nenhuma região do estado regrediu para uma fase mais restritiva. Doria anunciou ainda uma nova quarentena em todo o estado que deve durar até o dia 10 de agosto. Segundo informações divulgadas pelo governo, houve uma queda de 5% no número de casos, de 4% na quantidade de internações e de 3% no número de óbitos em relação aos últimos sete dias.

"Podemos verificar uma melhora no quadro da pandemia no interior do estado", afirmou Marco Vinholi, secretário de Desenvolvimento Regional. "Uma desaceleração diante do último período. Fizemos um trabalho de aumento da capacidade hospitalar. Esse esfoço acontece em todas essas regiões."

Últimas