São Paulo Casal é preso em SP com carro furtado, arma e 466 munições

Casal é preso em SP com carro furtado, arma e 466 munições

Em vistoria no veículo foram encontrados oito celulares, uma faca e um kit para limpeza de arma. Material foi recolhido para perícia

  • São Paulo | Mariana Rosetti, da Agência Record

Um homem, de 38 anos, e uma mulher, de 28, foram presos após serem flagrados com um carro furtado, na avenida dos Bandeirantes, na zona sul de São Paulo, na noite desta segunda-feira (13). No veículo foram encontrados uma arma de fogo e 466 munições de diversos calibres, inclusive para fuzis.

Uma equipe do 12º BPM/M (Batalhão de Polícia Militar Metropolitano) realizava patrulhamento quando foi informada pelo Copom (Centro de Operações da Instituição) sobre um automóvel que havia sido furtado de uma locadora.

Policiais militares saíram em busca do carro. Após a localização, os agentes realizaram a abordagem do casal que ocupava o veículo. Em busca pessoal no homem, foi encontrada uma bolsa contendo R$ 4,4 mil e US$ 1.090, além de um celular.

Veículo furtado foi localizado na avenida dos Bandeirantes, na zona sul de SP

Veículo furtado foi localizado na avenida dos Bandeirantes, na zona sul de SP

Google Street View - 14.09.2021

Com a mulher,  foi localizada uma bolsa a qual armazenava uma pistola calibre .40 equipada com carregador, seletor de rajada e lanterna com mira a laser, bem como cinco carregadores, sendo um de calibre 9 milímetros e outros quatro alongados de calibre .40. Também continha 100 munições para fuzis calibre 556 e outras 366 de outros calibres, e um coldre. Em vistoria no automóvel foram encontrados oito celulares, uma faca e um kit para limpeza de arma.

Questionado, o homem confessou saber sobre a origem ilícita do veículo e disse que estava transportando o armamento para São Bernardo do Campo, na região metropolitana de São Paulo. A mulher apenas afirmou ter conhecimento das armas e munições.

O carro foi apreendido para posterior restituição e todo o material encontrado com o casal recolhido para perícia. Ambos foram presos em flagrante.

A dupla foi levada ao 27º Distrito Policial (Campo Belo), onde foi verificado que o autor havia apresentado documento de identificação falso aos policiais para se esquivar de um mandado de prisão em aberto, referente a um crime de latrocínio.

O caso foi registrado como captura de procurado, uso de documento falso, receptação e posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Os autores permaneceram detidos à disposição da Justiça.

Últimas