São Paulo Casal encontrado morto em SP não tinha inimigos, diz delegado

Casal encontrado morto em SP não tinha inimigos, diz delegado

Histórico tranquilo do casal contrasta com as linhas de investigação da polícia: homicídio seguido de suicídio ou duplo homicídio

  • São Paulo | Do R7

Casal foi visto pela última vez neste domingo (27) passeando em uma 
feira livre

Casal foi visto pela última vez neste domingo (27) passeando em uma feira livre

Reprodução

O casal encontrado morto nesta terça-feira (29) dentro de casa no Itaim Paulista, zona leste de São Paulo, era discreto e aparentemente não brigava entre si ou com outras pessoas.  "O comportamento deles era tranquilo. Não tinha nada que desabonasse, não tinham nenhum inimigo", disse ao R7 o delegado do 50ºDP (Itaim Paulista), Olívio Lyra, com base nas cinco testemunhas que a Polícia Civil de São Paulo ouviu até agora nas fases iniciais da investigação. 

Porém, por mais que o histórico breve de Iara Muniz Nascimento, de 24 anos, e Jefferson Mariano dos Anjos, de 27 anos, não aponte para qualquer sinal de violência, a polícia trabalha com a hipótese de que um homicídio seguido de suicídio ou duplo homicídio podem ter acontecido no local.

Eles foram descobertos pelos pais de Jefferson, com quem dividiam a residência. O corpo de Iara estava em uma cama e o de Jefferson perto do sofá da sala. Na mesma residência também estavam as duas filhas do casal, de 2 e 7 anos de idade. Elas foram encaminhadas ao Conselho Tutelar.

A polícia agora aguarda o resultado do laudo necroscópico e da perícia para avançar na investigação. "Os laudos que vão dar mais detalhes, enquanto tivermos só as testemunhas é pouco", explicou o delegado Lyra.

Últimas