São Paulo Caso Benjamim: polícia descarta buscas em mata no Guarujá (SP)

Caso Benjamim: polícia descarta buscas em mata no Guarujá (SP)

Investigações ainda continuam por terra e mar; equipes da polícia utilizam cães farejadores para o auxílio nas buscas. Chance de sequestro é analisada

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Mergulhadores fazem buscas em áreas mais profundas da praia

Mergulhadores fazem buscas em áreas mais profundas da praia

Divulgação/ Agência Record

Equipes da polícia, em conjunto com o Corpo de Bombeiros, descartam as buscas em uma região de mata próxima ao local onde Benjamim Nunes de Jesus, de quatro anos, desapareceu na praia Santa Cruz dos Navegantes, no Guarujá, litoral sul de São Paulo, na última terça-feira (3).

Leia também: Alunos veem roubo em aula online, acionam PM e suspeitos são presos

No entanto, as investigações continuam por terra e as equipes da polícia utilizam cães farejadores para o auxílio nas buscas. De acordo com a polícia, câmeras de segurança da região também serão checadas para investigar a possibilidade do garoto ter sido sequestrado.

Após cerca de 48h, as equipes seguem com as buscas nas partes rasas do mar, próximo ao local do desaparecimento, enquanto mergulhadores agem em áreas mais profundas. 

Últimas