São Paulo Cemitérios abrem as portas neste feriado de Finados em SP

Cemitérios abrem as portas neste feriado de Finados em SP

Estado autorizou abertura, que depende da liberação de cada município. Uso de máscaras é obrigatório, além de medidas de higiene e distanciamento 

  • São Paulo | Do R7, com informações da Agência Estado

Decisão de abertura está a critério de cada município

Decisão de abertura está a critério de cada município

Ale Vianna/Brazil Photo Press/Estadão Conteúdo

As visitas aos cemitérios foram liberadas pelo governo do estado de São Paulo nesta segunda-feira (2), feriado de Finados. A partir da autorização estadual, cabe a cada município liberar ou não a visitação. O uso de máscaras é obrigatório, além do cumprimento de medidas de higiene e distanciamento social.

Leia também: Sé tem 290 vezes mais oferta de trabalho formal do que Anhanguera

Na capital, está liberada a visita aos 22 cemitérios municipais, que devem seguir uma série de protocolos, a fim de proteger a saúde dos visitantes e também evitar aglomerações. As cerimônias devem ser realizadas em espaços abertos, evitando o uso de capelas. A medida se deve ao aumento do número de visitantes nesta data. Uso de máscaras é obrigatório, além do cumprimento de medidas de higiene e do distanciamento social.

Álcool gel será disponibilizado aos visitantes e medição de temperatura, feita nas entradas. Funcionários do setor administrativo do Serviço Funerário serão recrutados para ajudar no controle de acesso para evitar aglomerações.

Também serão disponibilizados aos usuários banheiros químicos para homens, mulheres e pessoas com necessidades especiais.

Para celebrações religiosas, cada instituição recebeu recomendação sobre regras que devem ser seguidas. "Cada uma delas recebeu orientação para realizar as cerimônias nos espaços abertos dos cemitérios municipais e não nas capelas, bem como a aumentar o número de cultos e missas durante o dia, para evitar a aglomeração de fiéis", afirmou a Prefeitura.

Em reunião realizada no último dia 22, foram decididas as regras quanto ao protocolo de segurança. A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) e a Guarda Civil Metropolitana (GCM) podem ser acionadas para prestarem suporte, caso necessário.

Trânsito

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vai monitorar o trânsito nas imediações de pelo menos 39 cemitérios públicos e particulares da cidade de São Paulo na segunda-feira, das 6h às 18h, por ocasião do Dia de Finados. Haverá bloqueios, alterações de sentido de circulação, orientação de trânsito, travessia de pedestres e operacionalização das particularidades de cada cemitério nas diversas regiões.

"Nas proximidades dos cemitérios, a CET colocará cavaletes e cones, faixas de pano com informações de orientação do trânsito, além de canalizações de vagas próximas aos portões de entradas para proporcionar fluidez ao tráfego de veículos e segurança na travessia e circulação dos pedestres", disse, em nota.

Os cemitérios de São Paulo funcionam todos os dias, das 7h às 18h. Os serviços adminisrativos estão reduzidos, das 10h às 15h, mas neste feriado atenderá até às 18h.

Transporte

Haverá um esquema especial para facilitar o acesso da população a pelo menos 33 cemitérios da capital. A operação envolve colocação de placa com o nome do cemitério no para-brisa dos veículos, criação de linha especial, ativação de atendimento e alteração de itinerários.

Será criada a linha especial 233F/10 (Term. A.E. Carvalho - Term. Vila Carrão), que passará próximo ao cemitério da Vila Formosa, zona leste da cidade, o maior da América Latina. A linha contará com sete veículos e funcionará das 8h às 19h10.

Além disso, as linhas 119L/10 (Vl. Sulina - Term. Lapa) e 8015/21 (Cem. de Perus - CPTM Perus), que não circulam aos domingos e feriados, serão ativadas excepcionalmente para atendimento aos cemitérios Gethsêmani Anhanguera, Parque do Jaraguá e Dom Bosco.

Para atender os cemitérios de Vila Nova Cachoeirinha, Vila Alpina/ São Pedro e da Saudade, os itinerários de 17 linhas que passam nas proximidades desses locais também serão alterados.

Técnicos da São Paulo Transporte (SPTrans) vão acompanhar a operação.

Restrição de público

Assim como cemitérios públicos, os privados também adotaram protocolos de segurança para o Dia de Finados.

Embora a visitação esteja liberada, o Sindicato dos Cemitérios e Crematórios Particulares do Brasil (Sincep) recomenda que o acesso seja restrito a 60% da ocupação, com controle na entrada, além da medição de temperatura, orientação para uso obrigatório de máscara e álcool gel. Os bebedouros devem ser lacrados, assim como a limpeza precisa ser reforçada nos ambientes.

Ainda segundo o Sincep, a maioria dos 22 cemitérios privados da cidade decidiu não realizar cerimônias religiosas mesmo em locais abertos. Aqueles que optarem por fazer, devem organizar várias missas ou cultos ao longo do dia para evitar aglomeração.

Responsável pela administração de cinco cemitérios particulares na capital paulista e região metropolitana de São Paulo, a Associação Cemitério dos Protestantes (Acempro) também recomenda que as famílias sigam as orientações de distanciamento social, higiene das mãos e uso de máscara, mas não haverá restrição do número de visitantes por túmulo.

"Disponibilizamos álcool em gel em todas as dependências e adotamos medidas necessárias para higienização e limpeza constante de todos os ambientes dos nossos cemitérios e crematório", disse a Acempro, em nota.

O horário de funcionamento no Dia de Finados será das 7h às 18h. No local, haverá venda de flores mantendo todos os protocolos de segurança. No entanto, para evitar aglomerações, as celebrações religiosas estarão suspensas no dia.

"Esperamos um número menor de visitantes, por causa da pandemia. Mas não temos como mensurar. Em nossos cemitérios e crematório não haverá celebração religiosa. Apenas apresentações musicais nas alamedas, a céu aberto, das 9h às 17h, com o devido distanciamento social", afirma a entidade.

A Acempro é gestora do Cemitério da Paz (Morumbi), Cemitério dos Protestantes (Higienópolis), Cemitério do Redentor (Pinheiros), Cemitério de Colônia (Colônia) e Cemitério e Crematório Horto da Paz (Itapecerica da Serra).

Últimas