Novo Coronavírus

São Paulo Centro de Contingência vê chances de restrições continuarem em SP

Centro de Contingência vê chances de restrições continuarem em SP

Após 21 dias acima dos 90%, estado apresentou taxa de ocupação de leitos de UTI de 89,8% e Grande São Paulo, de 89%

  • São Paulo | Do R7

Usuários do transporte público durante a fase emergencial da covid-19 em São Paulo

Usuários do transporte público durante a fase emergencial da covid-19 em São Paulo

Rovena Rosa/Agência Brasil - 18.03.2021

O coordenador do Centro de Contingência de São Paulo, o médico Paulo Menezes, afirmou, nesta quarta-feira (7), que há possibilidade de as restrições para conter a disseminação do coronavírus continuarem no mesmo nível das que estão em vigor na fase emergencial vigente em todo o estado. 

"Felizmente, conseguimos uma desaceleração, há indicadores de uma melhora pequena que deve prosseguir nas proximas semanas", disse Menezes. "Sexta-feira vamos passar a recomendação ao governo. É bem provável que nós continuemos com os níveis de restrição que temos hoje, mas vamos aguardar."

De acordo com o secretário estadual de saúde, Jean Gorinchteyn, o estado apresentou taxa de ocupação de leitos de UTI de 89,8% e a Grande São Paulo de 89%. O índice ficou abaixo dos 90% pela primeira em 21 dias. Gorinchteyn disse ainda que o isolamento na segunda-feira (5) chegou a 43% e na terça-feira (6), a 42%. 

Gorinchteyn disse ainda que há, nesse momento, 12.941 pessoas internadas em leitos de UTI covid e 16.171 em enfermaria. Na comparação entre a 13ª e a 12ª semana epidemiológica, os casos de covid caíram 2,4%, as internações caíram 5,4% e os óbitos cresceram 15,5%. "Primeiro vamos ver uma diminuição em internações e casos e, por último, nos óbitos."

Na sesta sexta-feira (26), o vice-governador Rodrigo Garcia anunciou a prorrogação da fase emergencial do plano de flexibilização econômica para combater a pandemia do coronavírus até o dia 11 de abril. A etapa reúne as regras mais rígidas de circulação e distanciamento social desde o início da pandemia.

A fase emergencial entrou em vigor no último dia 15 e estava prevista para vigorar até 30 de março. Entre as regras, estão o fechamento de parques e praias, toque de recolher entre 20h e 5h, além de limitação específica para restaurantes e lanchonetes, que podem apenas funcionar nos sistemas drive-thru e delivery.

Últimas