CET vai acabar com carnês da zona azul após 20 de novembro. Entenda

Pagamento por estacionamento será feito somente por meio digital

Cartões serão vendidos em quatro aplicativos ou em pontos de venda

Cartões serão vendidos em quatro aplicativos ou em pontos de venda

Aloisio Mauricio/Fotoarena/Estadão Conteúdo

Os talões da Zona Azul na cidade de São Paulo vão deixar de ser vendidos a partir do dia 20 de novembro. Os motoristas terão que utilizar o Cartão Azul Digital, que poderá ser adquirido por meio de aplicativos ou em pontos de venda credenciados. Quem ainda possuir o talão físico poderá utilizá-los até o fim do ano.

Quatro empresas fazem a venda dos novos cartões de Zona Azul por aplicativos. O usuário deverá fazer um cadastro e utilizar um cartão de crédito para fazer os pagamentos. A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) informou ainda que possui uma rede credenciada de 300 pontos de venda (consulte lista aqui) onde o interessado poderá comprar os cartões informando somente a placa do carro.

Os aplicativos disponíveis são: Serttel (iOS e Android); Vaga Inteligente (iOS e Android); Digipare (iOS, Android e Windows Phone); e Zona Azul Fácil SP (iOS e Android). No site da CET é possível consultar como cada um deles funciona.

Na prática, não será mais necessário deixar o papel no painel do carro. O motorista informará a placa do veículo, seja no aplicativo ou no ponto de venda, e ela ficará cadastrada. O fiscal fará o controle simplesmente digitando a placa em um dispositivo.

As regras para o novo cartão digital permanecem as mesmas. O motorista poderá utilizar até dois cartões para a mesma vaga (2 horas). Caso exceda o tempo, estará sujeito a multa grave e guinchamento.

O novo sistema já está em uso desde o dia 11 de julho. A CET afirma já ter vendido 750 cartões digitais desde então.

Entre 21 de novembro e 30 de dezembro, será possível solicitar o reembolso dos boletos de papel, ao valor de R$ 4,50 cada. Os interessados devem ir à rua Senador Feijó, 143, 1º andar, das 9h às 16h, de segunda a sexta.