São Paulo Chuva deixa São Paulo em estado de atenção para alagamentos

Chuva deixa São Paulo em estado de atenção para alagamentos

Defesa Civil prevê até 145 mm de chuva na Grande São Paulo até a próxima sexta-feira (20). CGE alertou todas as regiões da cidade pelo temporal

  • São Paulo | Do R7

Alagamento na Avenida Nove de Julho, no centro de São Paulo

Alagamento na Avenida Nove de Julho, no centro de São Paulo

NELSON ANTOINE/ESTADÃO CONTEÚDO

A cidade de São Paulo está em estado de atenção para alagamentos nesta terça-feira (17), com os fortes temporais que atingem todas as regiões da capital paulista. O CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas da Prefeitura de Sâo Paulo) emitiu alerta por volta das 15h50 desta tarde.

Leia mais: Pelo 2º dia consecutivo, temporal deixa SP em estado de atenção

Chuvas fortes atingem a zona norte, oeste e o centro. Essas precipitações têm tendência a atuar na zona sul e leste, e atingir também a região do ABC paulista, ainda de acordo com o CGE. A capital está com quatro pontos de alagamento que deixam as vias intransitáveis.

Com a passagem de uma frente fria pelo estado de São Paulo, até a próxima sexta-feira (20) pode-se esperar cenário parecido como o desta tarde, com chuvas fortes e rajadas de vento. A Defesa Civil de São Paulo prevê precipitação de até 145 mm na Região Metropolitana, Baixada Santista, Sorocaba, Campinas, Ribeirão Preto, Marília, Araraquara, e em outros municípios até o dia 20.

No mesmo período, deve chover até 95 mm no Litoral Norte, São José do Rio Preto, Araçatuba, Barretos e em Franca, de acordo com a Defesa Civil.

Avenida Álvaro Ramos nesta segunda (17)
, na região do bairro Belém

Avenida Álvaro Ramos nesta segunda (17) , na região do bairro Belém

Joyce Ribeiro/ R7

Cuidados com a chuva (CGE) 

- Evite transitar em ruas alagadas;

- Se a chuva causou inundações, não se aventure a enfrentar correntezas;

- Fique em lugar seguro. Se precisar, peça ajuda;

- Mantenha-se longe da rede elétrica e não pare debaixo de árvores. Abrigue-se em casas e prédios;

- Planeje suas viagens, para que haja menor possibilidade de enfrentar engarrafamentos causados por ruas bloqueadas.

Últimas