São Paulo Chuva provoca alagamentos e queda de energia elétrica em SP

Chuva provoca alagamentos e queda de energia elétrica em SP

Foram registradas dez quedas de árvore na capital e interrupção de energia afetando principalmente Tremembé, Santana e Vila Prudente 

  • São Paulo | Do R7

Chuva forte na tarde, dessa segunda-feira (19/10) no bairro da Saúde, Zona Sul de São Paulo, SP

Chuva forte na tarde, dessa segunda-feira (19/10) no bairro da Saúde, Zona Sul de São Paulo, SP

LÉO PINHEIRO / FRAMEPHOTO / ESTADÃO CONTEÚDO - 19.10.2020

A forte chuva que atingiu a cidade de São Paulo na tarde desta segunda-feira (19) provocou seis pontos de alagamento, deixou a cidade em estado de atenção e provocou queda de energia, de acordo com informações do CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências) e da Enel, concessionária de energia elétrica.

Às 19h, o único ponto intransitável estava na avenida Santo Amaro, sentido centro, na altura da avenida Jornalista Roberto Marinho.

Na região central, a avenida Rio Branco estava algada no sentido centro, na altura da rua General Osório. Na zona leste, havia dois pontos transitáveis. Um deles estava na avenida Celso Garcia, sentido bairro, na altura da praça Major Guilherme Rudge. O outro na rua Doutor Luiz Ayres, sentido centro, na altura do túnel Águia de Haia. 

A rua Chico Pontes chegou a ficar intransitável na altura da Avenida Guilherme, na região da Vila Guilherme, na zona norte da capital. A situação havia sido normalizada às 19h, segundo o CGE.

As zonas norte e leste e a região da Marginal Tietê entraram em estado de atenção por volta das 15h30. Por volta de 16h, a zona sudeste e o centro também entraram. Às 16h40 foi a vez da zona oeste. A situação foi normalizada às 18h40, segundo o CGE.

Trânsito

Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), às 18h30, motoristas enfrentavam 3 km de lentidão nas zonas norte, leste e sul. A região central tinha 1 km de lentidão, e não havia nenhum ponto de tráfego intenso na zona oeste de São Paulo.

Ainda conforme a CET, a via expressa da Marginal Tietê tinha lentidão de 2,8 km no sentido Ayrton Senna-Castelo, e no sentido oposto há 1,6 km de lentidão. A Marginal Pinheiro tinha trânsito de 1,4 km na via expressa sentido Castelo-Interlagos.

Queda de árvore

Uma árvore caiu em cima de uma casa na Rua Eli, na região da Vila Maria, zona norte de São Paulo, por volta das 16h30. Não houve vítimas. De acordo com o Corpo de Bombeiros, entre 15h40 e 17h28 houve, ao todo, dez chamados de queda de árvore na cidade.

Região Metropolitana

Mulheres ilhadas em Osasco

Mulheres ilhadas em Osasco

Reprodução/Record TV

Câmeras da Record TV flagraram duas mulheres ilhadas na região próxima ao estádio de Osasco. Elas conseguiram escapar por um meio fio, evitando o risco de cair em buracos ou bueiros destampados e de expor ao contato com a sujeira transportada pela água. 

Imagens de helicóptero também flagraram vias alagadas tomadas pela lama em Guarulhos.

Em Carapicuíba, moradores registraram o momento em que a rua Odilon Henrique de Macedo, na Vila Gustavo Correia, fica tomada pela água. Assista ao vídeo abaixo:

No município de Arujá, uma mulher sofreu ferimentos leves após o desabamento de um muro. Ela foi socorrida pelo SAMU. 

Energia elétrica

Região do Tremembé ficou às escuras

Região do Tremembé ficou às escuras

Reprodução/Record TV

As regiões de Tremembé e Santana, na zona norte, e da Vila Prudente, na zona leste, tiveram o sistema de energia elétrica mais afetado pelas chuvas, de acordo com a Enel.

Em nota, a companhia informa que por conta de danos provocados por queda de árvores e outros objetos, "todas as equipes de campos da concessionária foram mobilizadas e estão atuando para restabelecer o fornecimento de energia o mais breve possível para os consumidores impactados".  

Aeroportos

O Aeroporto Internacional de Guarulhos e o Aeroporto de Congonhas operam normalmente apesar das chuvas. Nenhum voo foi afetado.

Últimas