São Paulo Chuvas alagam ruas e derrubam árvores pelo 3º dia seguido em SP

Chuvas alagam ruas e derrubam árvores pelo 3º dia seguido em SP

Na zona sul, dupla em moto foi atingida por árvore e um dos homens foi encaminhado a hospital com parada cardiorrespiratória

  • São Paulo | Do R7, com informações da Agência Record*

Regiões sul e sudeste da capital foram as mais afetadas

Regiões sul e sudeste da capital foram as mais afetadas

WERTHER SANTANA/ESTADÃO CONTEÚDO - 16/03/2022

Pelo terceiro dia consecutivo as fortes chuvas que atingem a cidade de São Paulo causaram enchentes, quedas de árvore e a interdição de ruas da capital paulista. Nesta quarta-feira (16), o temporal resultou na queda de 17 árvores, segundo o Corpo de Bombeiros. 

Na Avenida Guarapiranga, zona sul da capital, uma dessas árvores caiu em cima de um ônibus, um carro e uma motocicleta. O helicóptero da Record TV flagrou o acidente antes mesmo da chegada das equipes de salvamento dos Bombeiros. Um ônibus articulado foi atingido e seus passageiros tiveram que descer. Um automóvel, modelo Uno de cor prata ficou com o teto danificado.

Um dos feridos, que estava na motocicleta teve uma parada cardiorrespiratória e recebeu atendimento médico por mais de quinze minutos no meio da rua, com as equipes dos Bombeiros realizando o procedimento de reanimação. Após os primeiros socorros ele foi levado, ainda em parada caridorespiratória, para o Pronto Socorro M`Boi Mirim.

Na Consolação, região central, uma árvore caiu em cima de veículos e na fiação e cortou o abastamencimento de energia da área. No Campo Limpo, zona sul, as ruas ficaram completamente alagadas, com carros submersos. 

Além disso, o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas) da prefeitura de São Paulo calcula que dez pontos nas ruas da capital tiveram alagamentos. O órgão manteve grande parte da cidade em estado de atenção para as ocorrências durante esta quarta. 

Até as 19h, o alarme continuava ativo para as zonas norte, oeste, sudeste, sul e as Marginais Tietê e Pinheiros. 

*Colaboraram Rodrigo Balbino e Letícia Dauer, da Agência Record

Últimas