Coronavírus

São Paulo Cidade de SP antecipa vacinação de pessoas com 25 anos para sexta (6)

Cidade de SP antecipa vacinação de pessoas com 25 anos para sexta (6)

Secretário de Saúde, Edson Aparecido, diz que prefeitura reforça medidas contra variante Delta e vai distribuir máscaras N-95

  • São Paulo | Do R7

Cidade de SP tem 83% da população elegível vacinada com a 1ª dose

Cidade de SP tem 83% da população elegível vacinada com a 1ª dose

Divulgação / Governo do Estado de SP - 02.04.2021

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), anunciou durante coletiva de imprensa, nesta terça-feira (3), a antecipação da imunização de pessoas com 25 anos para sexta-feira (6). Para essa data, inicialmente, estava prevista somente a repescagem para as faixas etárias de 27 e 26 anos. O secretário de saúde, Edson Aparecido, também reforçou medidas contra a variante Delta.

"Há uma grande adesão da população de São Paulo à vacinação, já atingimos 83,8% do público eletivo vacinado com a 1ª dose", afirmou ele. "Anteciparemos a vacinação de pessoas com 25 anos para sexta-feira", disse.

Na quinta-feira (5), serão imunizadas pessoas com 26 anos e na quarta-feira (4), 27 anos. O prefeito disse ainda que 98% das pessoas de 28 anos foram até os pontos de vacinação. O prefeito afirmou ainda que a prefeitura fará uma busca por 197 mil pessoas que precisam tomar a segunda dose e não fizeram no prazo estabelecido.

Preocupação com variantes

Em relação  às variantes alfa, beta, gama e delta, há prevalência da variante gama até o momento, segundo a secretaria municipal de saúde.  "Em abril, surgiu a variante Delta e em menos de dois meses ela ocupou todo o cenário de prevalência da pandemia. Isso ocorreu na França, Reino Unido. EUA e Espanha. Temos a presença dela no México e no Brasil, o surgimento da Delta em meados de julho", disse Aparecido.

Em São paulo, o primeiro caso de contágio pela variante Delta foi diagnosticado no dia 5 de julho. Entre os dias 16 e 20 de julho, foram notificados mais 7 casos confirmados. Nesse momento, confirmou-se a possibilidade de transmissão comunitária.

Em 21 de julho, mais 4 casos foram registrados, no dia 22 de julho, mais um caso. Por fim, no dia 27 de julho, o Butantan realizou o sequenciamento genético da variante Delta. Com o surgimento da Delta, foram realizadas 14.380 ações comunitárias com 2.297.579 pessoas abordadas.

Diante desse cenário, a secretaria de saúde anunciou que vai começar a distribuir máscaras N-95 em toda a rede para sintomáticos respiratórios. "Inicialmente, 500 mil máscaras serão distribuídas para a contenção da variante Delta. Também ocorrerá o fornecimento de oxímetro para grupos de risco, gestantes e pessoas com comorbidades", afirmou Aparecido. 

Nos trabalhos realizados pelas barreiras santiárias pela secretaria, foram abordados, de 27 de maio a 29 de julho, 14.615 mil onibus, 1.158 voos checados, 328.440 pessoas abordadas em terminais rodoviários. Foram 178 sintomáticos identificados e monitorados.

Últimas