Coronavírus

São Paulo Cidade de SP chega a 15 milhões de doses aplicadas contra a covid-19

Cidade de SP chega a 15 milhões de doses aplicadas contra a covid-19

Segundo prefeitura, são 5 milhões de pessoas com esquema vacinal completo, o que representa quase 60% da população

  • São Paulo | Do R7

Cidade de SP chega a 15 milhões de doses aplicadas contra a covid-19

Cidade de SP chega a 15 milhões de doses aplicadas contra a covid-19

Myke Sena/MS -11.08.2021

A cidade de São Paulo ultrapassou neste sábado (4) a marca de 15 milhões de doses aplicadas contra a covid-19. No total, foram 15.014.483, sendo 9.692.800 primeiras doses, 5.000.259 segundas, e 321.424 doses únicas. Em um dia, quase 7 mil jovens foram vacinados na capital.

Segundo a prefeitura, até o momento foram vacinados 338.427 adolescentes de 15 a 17 anos, o equivalente a 78% do público esperado, que é de 428.997 jovens com ou sem comorbidades.

Entre os moradores de 12 a 14 anos com comorbidades, deficiência física permanente, grávidas e puérperas, o índice chegou a 35% do público estimado ou 24.368 pessoas. 

Na capital, a cobertura vacinal para a população acima de 18 anos está em 104,6% para primeira dose ou dose única e 57,7% para a segunda ou dose única.

Nesta segunda-feira (6), a cidade inicia a vacinação de adolescentes de 12 a 14 anos sem comorbidades, com expectativa para atingir cerca de 360 mil pessoas. Também na segunda terá início a vacinação com a dose de reforço para idosos acima de 90 anos. A campanha segue até o dia 12 de setembro, com público estimado em 52 mil pessoas.

Vacinação
 
De acordo com a gestão municipal, são cerca de 10 mil profissionais na linha de frente. Deste total, cerca de 2,5 mil fazem a aplicação das vacinas e mais de 9 mil agentes de saúde fazem a busca ativa com atendimento em domicílio.
 
A capital tem mais de 600 pontos de vacinação, como os postos volantes em estações de trem, metrô e terminais de ônibus, megapostos, drive-thru e farmácias parceiras.

Xepa da vacina

A partir desta segunda, os idosos com mais de 60 anos também podem fazer a inscrição nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) para receber as doses de reforço. A medida vale para quem tomou a segunda dose há mais seis meses na capital. Para isso, é preciso apresentar o comprovante com o ciclo vacinal completo, documento com foto e comprovante de residência.

Também podem se cadastrar para a aplicação do reforço vacinal, pessoas imunossuprimidas com mais de 18 anos que tomaram a segunda dose ou única há pelo menos 28 dias.

Últimas