Coronavírus

São Paulo Cidade de SP mantém vacinação de adolescentes sem comorbidades

Cidade de SP mantém vacinação de adolescentes sem comorbidades

Idosos com mais de 85 anos também podem tomar a terceira dose do imunizante contra a covid-19 nos postos da capital

  • São Paulo | Do R7

Covid-19: cidade de SP vacina adolescentes e idosos com dose de reforço

Covid-19: cidade de SP vacina adolescentes e idosos com dose de reforço

Reprodução/Governo do Estado de São Paulo - 17.09.2021

Mesmo após recomendação do Ministério da Saúde para vacinar apenas adolescentes com comorbidades, a Prefeitura de São Paulo vai manter a vacinação contra a covid-19 para os moradores de 12 a 17 anos nesta sexta-feira (17). Os idosos com mais de 85 anos também podem procurar as unidades de saúde para receber a dose de reforço.

Para os adolescentes, é aplicado exclusivamente o imunizante da Pfizer, único autorizado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) em pessoas com menos de 18 anos. O jovem deve estar acompanhado dos pais ou de um responsável.

Segundo a prefeitura, quase 85% do público elegível nesta faixa etária já foi vacinado com a primeira dose. 

"As doses destinadas à imunização desse grupo estão reservadas pelo município e seu uso não compromete a vacinação dos demais públicos elegíveis. Em relação à aplicação da segunda dose nos adolescentes, a pasta adianta que vai seguir normalmente", informou em nota a prefeitura. 

Já os idosos só podem receber a terceira dose se tiverem completado ao menos seis meses da segunda dose ou a vacina de dose única.

Postos de vacinação

A primeira, segunda e a dose adicional são oferecidas das 8h às 17h nos megapostos, drive-thrus e farmácias parceiras, e das 7h às 19h em UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e AMAs/UBSs Integradas.

O site De Olho na Fila ajuda a evitar aglomerações nas unidades e informa a movimentação de pessoas em cada um dos postos. Na ferramenta, é possível consultar quais as vacinas estão disponíveis para aplicação na segunda dose.

A recomendação é também fazer o pré-cadastro no site Vacina Já para agilizar o atendimento.

O estado de São Paulo recebeu mais de 450 mil doses da vacina AstraZeneca, que estava em falta para aplicação da segunda dose. A cidade de São Paulo optou por aplicar o imunizante da Pfizer até a normalização do abastecimento.

Últimas