Coronavírus

São Paulo Cidade de SP revisa dados de 7 milhões de doses contra covid

Cidade de SP revisa dados de 7 milhões de doses contra covid

Prefeitura investiga, a partir desta sexta (2), eventuais falhas após suspeita do uso de lotes vencidos da vacina AstraZeneca 

  • São Paulo | Cesar Sacheto, do R7

Prefeitura de SP vai averiguar possíveis falhas em doses vencidas de vacinas

Prefeitura de SP vai averiguar possíveis falhas em doses vencidas de vacinas

Pixabay

A Prefeitura de São Paulo informou, nesta sexta-feira (2), que irá rastrear mais de 7 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 aplicadas, além de revisar todos os lotes e imunizantes cadastrados, para averiguar eventuais falhas em razão de uma suspeita uso de medicamentos vencidos em postos de saúde da cidade.

Um cruzamento de dados feito em duas bases de informações diferentes do Ministério da Saúde apontou que pelo menos 26 mil doses vencidas da vacina contra covid-19 da AstraZeneca foram aplicadas no Brasil, segundo notícia publicada nesta sexta-feira (2) pelo site da Folha de S.Paulo.

De acordo com a reportagem, os imunizantes fora do prazo seriam provenientes de lotes importados da Índia pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) ou adquiridos por meio da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas).

Por meio de nota, a SMS (Secretaria Municipal da Saúde) afirmou que não houve a aplicação de doses vencidas de vacina em São Paulo e que a cidade conta com um sistema robusto para todo o manejo de seus imunobiológicos.

Segundo a pasta, a data de validade de todos os imunizantes passa por uma tripla checagem — no recebimento, na distribuição e na aplicação da vacina — e os frascos são apresentados à pessoa no momento em que recebe a dose.

Postos de saúde aguardam orientação da prefeitura

Na tarde desta sexta, o R7 entrou em contato com três postos de saúde na zona norte da capital paulista: Na UBS Vila Pirituba, uma funcionária informou que poderia ter havido erro de digitação na maioria dos casos e o processo todo estava em análise pela supervisão.

Já a UBS Chácara Inglesa informou que aguardava por orientação da secretaria municipal da Saúde e, caso houvesse a confirmação de vacinas vencidas em lotes aplicados pelo posto, os pacientes seriam contatados.

Na AMA/UBS Integrada Parque Maria Domitila, foi informado que havia um lote vencido e o posto entraria em contato com as pessoas imunizadas com aquelas doses.

O que diz a saúde estadual

Por sua vez, a Secretaria de Estado da Saúde garantiu que todos os lotes de imunizantes foram distribuídos dentro do prazo de validade.

A pasta também ressaltou que orienta os municípios sobre a aplicação da vacinação contra a covid-19 e a importância da verificação da data de validade antes do uso do frasco de uma vacina, inclusive com documentos técnicos com todas as condutas necessárias.

O governo estadual revelou que, por meio da plataforma VaciVida, um sistema online que permite o monitoramento dos vacinados, identificou 4.772 registros em 315 municípios que sugerem aplicações dos imunizantes da AstraZeneca após o vencimento.

A pasta está informando as prefeituras, que são as responsáveis pela aplicação das vacinas, para realizar busca ativa desta população. Cada prefeitura pode consultar os dados da sua cidade no VaciVida e identificar o munícipe que eventualmente tenha recebido uma vacina vencida.

Caso seja uma situação de erro de digitação do lote ou de data de aplicação, os municípios também podem realizar a correção na plataforma.

A Secretaria Estadual da Saúde informou ainda que, se constatada a aplicação de uma vacina fora da validade, o caso deve ser avaliado individualmente para definição da conduta apropriada definida pelo PNI (Programa Nacional de Imunizações).

Como o cidadão deve proceder?

De acordo com o governo paulista, as pessoas que tiverem dúvidas com relação a validade do imunizante da Astrazeneca que recebeu devem procurar a unidade de saúde em que foram vacinadas.

Além disso, se o cidadão identificar uma data ou lote divergente da carteirinha em papel em relação ao digital, deve procurar o serviço municipal para emissão de um novo documento impresso.

Últimas