Coronavírus

São Paulo Cidade de SP vai vacinar pessoas de 29 e 28 anos na semana que vem

Cidade de SP vai vacinar pessoas de 29 e 28 anos na semana que vem

Grupo etário reúne quase 290 mil moradores. Primeira dose para 29 anos será aplicada na 3ª feira (27) e, para 28 anos, na 5ª (29)

  • São Paulo | Do R7

Vacinação contra covid-19 em São Paulo inclui pessoas de 30 a 34 nesta semana

Vacinação contra covid-19 em São Paulo inclui pessoas de 30 a 34 nesta semana

Divulgação/Governo de SP - 27.02.2021

A cidade de São Paulo começa a vacinar contra a covid-19 pessoas com 29 anos a partir de terça-feira (27). Na quinta-feira (29) será a vez dos moradores com 28 anos. O anúncio foi feito pelo prefeito Ricardo Nunes (MDB) e pelo secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, na manhã desta quinta-feira (22).

São esperadas 143.861 pessoas com 29 anos e 145.496 com 28 anos. As doses para a imunização dos novos grupos etários devem ser entregues pelo governo na sexta-feira (23) para que os postos de vacinação sejam abastecidos na segunda-feira (26).

Neste sábado (24), haverá repescagem para quem tem entre 30 e 34 anos. Na segunda-feira, as unidades de saúde estarão abertas para aplicação do imunizante em grupos elegíveis que ainda não se vacinaram e segundas doses. 

A capital paulista já ultrapassou a marca de 9 milhões de doses aplicadas contra a covid-19. São 6.660.013 da primeira dose, 2.166.711 da segunda e 305.894 doses únicas. Segundo a prefeitura, a cidade tem 75,5% da população elegível vacinada com a primeira dose.

Vacinação de gestantes

As 652 gestantes e puérperas da capital paulista, que receberam a primeira dose da AstraZeneca, poderão receber o imunizante da Pfizer, a partir de segunda-feira (26), para completar o esquema vacinal.

Segundo o prefeito, equipes da Secretaria Municipal da Saúde vão fazer a vacinação dessas mulheres em domicílio, respeitando o intervalo de 84 dias entre as doses.

Para isso, uma lista de grávidas e puérperas elegíveis será encaminhada para as UBSs. Nela constam o nome, data da primeira dose, imunizante recebido e data prevista para a segunda dose. As UBSs, segundo a prefeitura, vão ficar responsáveis por contatar as mulheres e agendar a vacinação em casa.

Últimas