Coronavírus

São Paulo Cidades de SP terão regras mais rígidas a partir das 20h em feriados

Cidades de SP terão regras mais rígidas a partir das 20h em feriados

Restrições valem já nesta segunda (25) e são iguais às de dias úteis entre 20h e 6h, apenas com funcionamento de serviços essenciais 

  • São Paulo | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Em feriados municipais, só serviços essenciais podem funcionar a partir das 20h
  • Aos finais de semana, os 645 municípios vão para fase vermelha, mais restritiva
  • Sete regiões ficam na fase vermelha e outras 10 do estado estão na fase laranja
  • Decreto com reclassificação foi publicado no sábado no Diário Oficial do Estado
Em feriados municipais, haverá restrições a partir das 20h assim como em dias úteis

Em feriados municipais, haverá restrições a partir das 20h assim como em dias úteis

MINETO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Todo o estado fica na fase vermelha, a mais restritiva do Plano São Paulo, aos finais de semana e durante os feriados municipais passam a valer as mesmas restrições de dias úteis, isto é, entre 20h e 6h só podem funcionar os serviços considerados essenciais. As novas regras foram publicadas pelo governo no Diário Oficial do Estado, por meio de decreto, no sábado (23).

A partir desta segunda-feira (25), as regiões de Barretos, Bauru, Franca, Marília, Presidente Prudente, Sorocaba e Taubaté estão na fase vermelha. Já a Grande São Paulo e as regiões de Araçatuba, Araraquara, Baixada Santista, Campinas, Piracicaba, Registro, Ribeirão Preto, São João da Boa Vista e São José do Rio Preto ficam na fase laranja, segundo o decreto de reclassificação.

No dia do aniversário de 467 anos da cidade de São Paulo, comemorado nesta segunda-feira (25), a capital segue as regras da fase laranja, mas só até as 20h. O mesmo valerá para os outros feriados municipais nas 645 cidades paulistas.

Etapas do Plano São Paulo

Na fase mais restritiva (vermelha), somente atividades essenciais, como supermercados e farmácias, ficam abertas. Bares, restaurantes, padarias e similares poderão trabalhar apenas com sistema de delivery, drive-thru e retirada. As demais atividades não devem atender ao público.

Já na etapa laranja, academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, comércios, shoppings, concessionárias, escritórios e parques estaduais podem funcionar por até oito horas diárias, com atendimento presencial limitado a 40% da capacidade e encerramento às 20h. 

A venda de bebidas alcoólicas em lojas de conveniência só pode ocorrer entre 6h e 20h. 

Últimas