São Paulo Com tempo seco e calor intenso, Bauru (SP) adota rodízio de água

Com tempo seco e calor intenso, Bauru (SP) adota rodízio de água

Duas regiões receberão água ao longo de 24 horas, com intervalo de três dias, para permitir a recuperação da lagoa de captação do Rio Batalha

  • São Paulo | Do R7

Sistema permite a recuperação do nível da lagoa

Sistema permite a recuperação do nível da lagoa

Reprodução/ Google Streets

A falta de chuvas e as temperaturas elevadas levaram a cidade de Bauru, no interior de São Paulo, a adotar rodízio no abastecimento de água. A medida começou a ser implementada na quarta-feira (7). 

Leia também: Poupatempo faz mutirão para resolver pendências de CNHs em SP

O esquema funciona em quatro turnos de 24h e afeta bairros do centro e da região de Vila Falcão. Cada região receberá água por 24h com intervalos de três dias. 

Os bairros da Vila Falcão receberam água no primeiro dia do rodízio, de 12h quarta-feira (7) até 12h desta quinta-feira (8). Na sequência, o abastecimento será  interrompido por 24h. A parte das 12h de sexta-feira (9), moradores do Centro recebem a água até 12h de no sábado (10), quando haverá, novamente, interrupção do fluxo. O objetivo da medida é permitir, nos dias sem abastecimento, a recuperação do nível da lagoa de captação do Rio Batalha.

O DAE (Departamento de Águas e Energia) disponibiliza aos moradores caminhões-pipas, que podem ser solicitados por telefone. O quadro de funcionários também foi ampliado para atender a demanda de atendimentos.

De acordo com o Tempo Agora, a previsão para a cidade é de mínima de 23°C e máxima de 38°C nesta quinta-feira. Os bairros afetados pelo rodízio podem ser conferidas na página do DAE.

Últimas