Novo Coronavírus

São Paulo Confiança do empresário cai 21% em maio, diz Fecomércio SP

Confiança do empresário cai 21% em maio, diz Fecomércio SP

Pesquisa também apontou que, além da pandemia, a crise política afetou a confiança dos empresários. É patamar mais baixo desde março de 2017

Agência Estado
Confiança do empresariado paulista caiu 21% no mês de maio

Confiança do empresariado paulista caiu 21% no mês de maio

SUAMY BEYDOUN/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

A confiança do empresariado paulista caiu 21% no mês de maio em relação a abril, fruto da retração econômica gerada pela pandemia da covid-19. De acordo com pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), foi a segunda queda consecutiva do índice, que agora está em 93,8 pontos, numa escala que vai de 0 a 200 pontos.

Leia mais: Região de comércio popular de SP tem intensa aglomeração

O patamar atual é o mais baixo desde março de 2017. Apesquisa também apontou que, além da pandemia, a crise política afetou a confiança dos empresários. 

Para minimizar as perdas, segundo a Fecomercio, será necessário implementar políticas públicas. Em nota, a Federação informa que já apresentou aos governantes pedidos para a isenção e a prorrogação dos prazos para pagamentos de impostos, assim como ampliação e facilitação de crédito para as micros e pequenas empresas com custos mais acessíveis.

Leia mais: Casos de covid-19 em SP somam 221.973 e óbitos chegam a 12.634

Também diminuíram a intenção de investir e contratar, medida pelo Índice de Expansão do Comércio (IEC), que também vai de 0 a 200 pontos e passou de 107 pontos em abril para 87,5 em maio, estágio mais baixo desde agosto de 2019.

Outra queda foi verificada no Índice de Estoque (IE), que mede a percepção dos empresários quanto à adequação de seus estoques no período pesquisado. Neste caso, foi de 118,9 pontos em abril para 109,6 em maio, uma queda de 7,8 de um mês para o outro e de 9,5% em relação a maio de 2019.

Últimas