São Paulo "Continuo a lutar e sem baixar a cabeça", diz Covas internado em SP

"Continuo a lutar e sem baixar a cabeça", diz Covas internado em SP

Prefeito licenciado do cargo está no hospital Sírio-Libânes em tratamento contra o câncer. Ainda não há previsão de alta

  • São Paulo | Do R7

"Continuo a lutar, sem baixar a cabeça", diz Bruno Covas

"Continuo a lutar, sem baixar a cabeça", diz Bruno Covas

Reprodução / Instagram Bruno Covas

O prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), postou nas redes sociais neste domingo (9) que a luta contra o câncer continua. Ele está internado no hospital Sírio-Libanês, ainda sem previsão de alta.

"Continuo a lutar aqui no hospital. Sem baixar a cabeça e sem perder minha motivação. Muita força, foco e Fé. E espero logo estar junto de vocês para agradecer por todo carinho", escreveu.

Mais cedo, ele já havia deixado uma mensagem em homenagem ao Dia das Mães e lembrou os seguidores dos cuidados em meio à pandemia.

"Feliz dia das mães, em especial para a minha, Renata Covas Lopes, e para mãe do meu filho, Karen Ichiba. Vamos todos celebrar essa data tão especial, mas sem esquecer de manter os cuidados com o uso de máscara, álcool em gel e mantendo o distanciamento social", disse.

Internação

O prefeito apresentou um discreto sangramento residual no estômago após ser submetido a novo exame de endoscopia digestiva alta, realizado na quarta-feira (5). Segundo o boletim médico, a equipe médica iniciou o tratamento local com radioterapia para controlar a hemorragia.

O prefeito está recebendo todo suporte clínico necessário e seu quadro clínico é estável. Os médicos descartaram qualquer previsão de alta hospitalar. Ele se recupera em um quarto, depois de deixar a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e ser intubado.

No domingo (2), após ser internado para exames, Bruno Covas anunciou que se licenciaria do cargo de prefeito por 30 dias. Desde segunda-feira (3), quem assumiu o comando da cidade foi o vice-prefeito, Ricardo Nunes (MDB).

Covas, de 40 anos, trata desde 2019 um câncer na cárdia, órgão de transição entre o estômago e o esôfago, com metástase no fígado. Durante o tratamento, foram descobertos novos tumores no fígado e também nos ossos.

Últimas