Novo Coronavírus

São Paulo Contra a covid, Santo André e São Bernardo adotam toque de recolher

Contra a covid, Santo André e São Bernardo adotam toque de recolher

Por duas semanas, não haverá circulação do transporte coletivo das 22h às 4h para inibir as atividades, segundo as prefeituras

  • São Paulo | Do R7, com informações da Agência Record

Operação para interditar comércios que desrespeitaram as regras da fase emergencial na cidade de Santo André, no ABC Paulista

Operação para interditar comércios que desrespeitaram as regras da fase emergencial na cidade de Santo André, no ABC Paulista

DEIVIDI CORREA/ESTADÃO CONTEÚDO - 29.03.2021

As prefeituras de São Bernardo do Campo e Santo André, no ABC Paulista, adotam novas medidas de restrição para conter o avanço da covid-19 a partir desta segunda-feira (31).  O transporte coletivo está suspenso e um toque de recolher vale das 22h às 4h.

Segundo as prefeituras, o endurecimento das regras se deve ao aumento da ocupação de leitos registrado nos últimos dias nas cidades. Para controlar a pandemia, o governo estendeu a fase de transição até o dia 14 de junho em todo o estado.

Em São Bernardo, as atividades comerciais estão autorizadas a funcionar até as 21h. Fica proibida a prática de esportes coletivos em áreas públicas e privadas, lutas de artes marciais e o funcionamento de saunas e vestiários.

Também serão montadas barreiras policiais em pontos estratégicos pela GCM (Guarda Civil Municipal) para fiscalização do cumprimento das medidas sanitárias, com apoio da Polícia Militar e da Polícia Civil. As medidas têm validade até o dia 13 de junho.

Já em Santo André, a restrição vai até 14 de junho. Além do transporte coletivo municipal, entre 22h e 4h fica restrita a circulação de pessoas e veículos, com exceção de casos de necessidade e emergência.

Não está prevista aplicação de multa para quem descumprir o toque de recolher, mas haverá ações de conscientização dos moradores.

Últimas