São Paulo Corpo de criança que sumiu enquanto dormia é encontrado 

Corpo de criança que sumiu enquanto dormia é encontrado 

Kauane Rodrigues, de seis anos, foi sequestrada na madrugada de quarta-feira (17). Morador de rua, que família ajudou, é suspeito de cometer o crime

Kauane

Corpo de menina Kauane é encontrado em Mongaguá (SP)

Corpo de menina Kauane é encontrado em Mongaguá (SP)

Reprodução

O corpo de Kauane Cristhiny Soares Rodrigues, de seis anos, que estava desaparecida desde a semana passada, foi encontrado nesta segunda-feira (22), em Mongaguá, cidade do litoral de São Paulo. A menina havia sumido enquanto dormia.

Na terça-feira (16), a família passou o dia na praia, comemorando a despedida de uma tia, que ia se mudar no dia seguinte para outro município. Por volta de 2h, retornaram à casa onde haviam se mudado há menos de um mês. Diana Rodrigues colocou a filha Kauane e outro, de cinco anos, para dormirem no quarto, e retornou à sala da residência para conversar com a irmã.

Leia mais: Guarda Municipal explica como tem sido feita a busca por Kauane no litoral de SP

Minutos depois, Diana ouve o filho menor chorando. Ela, então, tira o menino do quarto e desce com ele para a sala, com o intuito de fazê-lo dormir. Assim que a criança dorme, ela a retorna para a cama. Nesse momento, percebe que Kauane na não está na cama. A mulher e a irmã procuram pela residência, mas sem sucesso.

A Polícia Militar foi acionada. Imagens de câmera de segurança mostram uma criança andando na rua em direção à praia. “Mas aquela não é minha filha. Ela não ia sair assim”, conta a mãe em entrevista à Record TV.

Dias depois, os investigadores analisam um vídeo de uma câmera de segurança do bairro que mostra um homem carregando uma criança nos braços, próximo a ocupação onde mora a família. As características do sequestrador são similares a de um morador de rua que é suspeito de cometer o crime.

O homem foi, novamente, interrogado e, durante o depoimento, confessou o crime, além de mostrar onde o corpo estava localizado — um dia antes do desaparecimento de Kauane, a família da criança teria ajudado este morador de rua.