São Paulo Corpo de jovem perseguido por seguranças de rede de lanchonetes é liberado

Corpo de jovem perseguido por seguranças de rede de lanchonetes é liberado

Adolescente estava na porta de rede de fast food, na zona norte, e pedia dinheiro a clientes

Corpo de jovem perseguido por seguranças de rede de lanchonetes é liberado

O corpo do adolescente de 13 anos que morreu, nesta segunda-feira (27), depois de ser perseguido por seguranças da rede de alimentos Habib's, na Vila Nova Cachoeirinha, na zona norte, foi liberado pouco antes das 22h pelo IML (Instituto Médico Legal) Central.

O jovem João Victor morreu na madrugada desta segunda-feira após sofrer uma parada cardiorrespiratória. Ele estava na porta de uma unidade da rede Habib's, na Vila Nova Cachoeirinha, na zona norte, onde pedia dinheiro para clientes.

Segundo os seguranças, no boletim de ocorrência, o adolescente chegou a jogar um pedaço de madeira contra os carros do estacionamento e tentou agredir um funcionário. Os seguranças tentaram repreendê-lo, mas ele saiu correndo e teria sofrido uma parada cardiorrespiratória.

O jovem foi levado pelo Corpo de Bombeiros ao Pronto Socorro do Mandaqui, mas não resistiu. Os socorristas afirmaram à polícia que ele não apresentava sinais de agressão.

O pai do menor afirmou que foi até o hospital ao receber a informação de que o filho tinha sido espancado por seguranças do Habib's. Assim que chegou ao pronto-socorro foi informado da morte do adolescente.

Um funcionário do IML Central informou que os parentes estão terminando de cumprir a burocracia para a liberação do corpo e não quis dar informações sobre o velório e enterro.

A reportagem do R7 entrou em contato com a assessoria de imprensa do Habib's e ainda não recebeu um posicionamento.

O boletim de ocorrência foi registrado no 13º distrito policial da Casa Verde.

    Access log