São Paulo Corregedoria apreende drogas em batalhão da PM em Santos (SP)

Corregedoria apreende drogas em batalhão da PM em Santos (SP)

Foram apreendidos 10kg de maconha, cocaína e crack. Polícia informou que vistorias foram realizadas para controle interno

Corregedoria apreende 10 kg de drogas em batalhão da Polícia Militar de SP

Corregedoria apreende 10 kg de drogas em batalhão da Polícia Militar de SP

Reprodução Google Street View

A Corregedoria da Polícia Militar apreendeu mais de 10 kg de drogas no 2º Baep (Batalhão de Ações Especiais da Polícia Militar) de Santos, no litoral paulista, nesta terça-feira (10). A informação foi confirmada pela comunicação do Batalhão da PM.

Na ação, foram apreendidas maconha, cocaína e crack. A maconha foi encontrada em invólucros, potes de acrílico e saco a granel, somando aproximadamente 1,25 kg. A cocaína foi encontrada em eppendorfs, invólucros de plástico e a granel, totalizando cerca de 8,6 kg ao todo. Por fim, encontraram pedras de crack, que totalizam 400 gramas.

Também foram encontrados dois simulacros de pistola, uma espingarda sem especificação de calibre, quatro cartucho de calibre 12, da marca CBC, um martelo de borracha, luneta, duas granadas GL-304, uma granada GL-307, dois celulares, duas balanças de precisão e quatro bases para carregador. O total de drogas apreendidas foi de 10.252 kg.

Por meio de nota, a Polícia Militar informou que, através de sua Corregedoria, investiga e protege policiais. "Tais ações de fiscalização são rotineiras e constituem importante instrumento para garantir a eficiência do policiamento ostensivo e de preservação da ordem pública, separando poucos maus policiais militares da esmagadora maioria daqueles que cumprem seu dever com absoluta devoção", disse a nota.

A nota informou ainda que as vistorias foram realizadas para controle interno. "As dependências do 2º BAEP foram vistoriadas com cães farejadores, sendo localizada significativa quantidade de entorpecentes diversos e outros materiais proibidos. Embora a operação ainda esteja em andamento, eventuais irregularidades encontradas serão documentadas e os que as cometerem serão responsabilizados no rigor da lei."

Por fim, a polícia afirmou ainda que as "ações como essa garantem a qualidade dos trabalhos da Polícia Militar do Estado de São Paulo em prol da segurança pública a que tem direito a sociedade paulista.

* Com a colaboração de Vitor Hugo Martins, da Record TV

Últimas